quinta-feira, 12 de março de 2015

Crime em Ibicatu

– Acusado se apresenta à polícia e é liberado

O clima é de revolta entre os familiares das vítimas do crime ocorrido na comunidade de Ibicatu, Zona Rural de Várzea Alegre, quando foram brutalmente assassinados o agricultor Antônio Maurício e a jovem Marcela Santos, no dia 09 de fevereiro deste ano. O caso teve repercussão em todo o estado do Ceará pela crueldade que cerca o episódio. Nesta quarta-feira (11), os familiares de Marcela Santos ficaram indignados ao tomarem conhecimento de que um dos criminosos, Francisco Valmir Gonçalves de Oliveira, 40, vulgo “Valmir”, se apresentou espontaneamente à polícia, acompanhado de um advogado, no dia 23 de fevereiro último, mais precisamente na Delegacia de Caririaçu, região do Cariri, sendo liberado logo em seguida.

Em seu depoimento ao delegado Levi Gonçalves Leal, Valmir se limitou a dizer que não se apresentou na delegacia de Várzea Alegre porque está sendo ameaçado pelos familiares das vítimas. Irmão e cunhado, respectivamente, de Zé de Nonato e “Fransquim”, que também são autores dos assassinatos, Valmir não quis tecer qualquer comentário a respeito do crime do qual participou, reservando-se o direito de falar somente em juízo, acrescentando que continua residindo no Sítio Fortuna, neste município.

Agora, as famílias das vítimas tentam entender porque Valmir não está preso, uma vez que foram informados de que há mandados de prisão em aberto, desde que os acusados fugiram de Várzea Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário