quarta-feira, 15 de abril de 2015

Suspeitos de chacina da canavieira de Horizonte vão a julgamento

Suspeitos de chacina da canavieira de Horizonte vão a julgamento
Três mulheres foram mortas com golpes de faca e pauladas na cabeça.

Roni Gomes Leandro de Oliveira (20) e Diego Gonçalves (25) vão responder por homicídio triplamente qualificado, estupro e furto
FOTO: NATINHO RODRIGUES

O Tribunal do Júri julgará, nesta quarta-feira (15), os acusados pela Chacina das Canavieiras em Horizonte, no Plenário do Fórum de Horizonte. A promotora de Justiça, Maurícia Marcela Cavalcante Mamede Furlani, ofereceu denúncia, no dia 11/06/2014, contra Roni Gomes Leandro de Oliveira e Diego Gonçalves. Eles são acusados da morte de duas mulheres e uma adolescente, na localidade de Canavieira do Muniz, em Horizonte.
O caso ficou conhecido como “Chacina da Canavieira” e teve ampla repercussão na imprensa local. Foram assassinadas Maria Janaína dos Santos Nunes (18), Márcia dos Santos Alves (35) e uma adolescente de 17 anos. Elas trabalhavam em uma ótica no município de Pacajus e, no dia das mortes, estavam em Horizonte para divulgar os serviços da loja.
As três desapareceram no dia 28/05 e, no dia seguinte, os corpos foram encontrados em um matagal. Duas delas tinham marcas de violência sexual e as três foram mortas com golpes de faca e pauladas na cabeça. Os acusados confessaram o crime e estão sendo denunciados por homicídio triplamente qualificado, estupro e furto, tendo em vista que os celulares das vítimas foram levados. Roni de Oliveira já responde por dois homicídios e Diego Gonçalves por roubo e homicídio.
De acordo com a promotora de Justiça, Maurícia Marcela Cavalcante Mamede Furlani, a autoria e a materialidade do crime estão devidamente comprovadas pelos depoimentos e pelos exames periciais. Por conta disso, o Ministério Público pede a prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário