quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Print de conversas entre PM e amante sendo induzida a dopar as duas filhas para serem estupradas


- PM da Paraíba pede para ter relação sexual com filhas da amante como 'prova de amor'

O homem foi afastado do cargo até que as investigações sejam concluídas

     postado em 30/09/2015 16:30 / atualizado em 30/09/2015 16:56 
Estado de Minas

- Um policial militar do 14º Batalhão da Paraíba foi afastado do cargo na manhã desta quarta-feira depois que uma conversa dele com uma mulher via WhatsApp vazou na Internet. Na troca de mensagens, Ricardo Alves, pede que a mulher, apontada como amante, realize uma “obsessão” dele. “Você terá a chance de me dar a maior prova de amor do mundo, que é a sua própria filha”, diz.
- O conteúdo do texto foi revelado pela filha mais velha da mulher, de 14 anos. Segundo o Portal Paraíba, a adolescente flagrou a conversa no celular da mãe, salvou a imagem e enviou o arquivo para uma terceira pessoa, não identificada, que publicou o conteúdo na Internet. Na conversa, a mulher responde que faz tudo o que ele quiser, menos dar a virgindade de uma das filhas e pede para que ele pense melhor. Ao que o policial rebate, dizendo que já tem o “remédio” necessário para dopar as duas meninas, de 4 e 14 anos.Em nota, o subcomandante do 14º Batalhão da Polícia Militar lamentou o fato e afirmou que a corporação “não se furtará da atribuição da responsabilidade na esfera administrativa militar caso haja a comprovação probatória do cometimento do crime ou transgressão da natureza militar”. Ricardo Alves foi afastado do cargo até que as investigações sejam concluídas.
Fonte : Folha de Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário