segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

5 assassinatos em menos de uma hora e meia na zona oeste de Fortaleza

Em menos de uma hora e meia, cinco pessoas foram assassinadas na mesma região de Fortaleza, no entorno da Barra do Ceará (Regional I), na noite do último sábado, 13. O primeiro caso, de acordo com relatório da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ocorreu às 21h46min no Pici (Regional III). O último, foi registrado às 23h08min, no Bairro Ellery (Regional I). A distância total entre os locais é de pouco mais de quatro quilômetros. Segundo o coronel Francisco Souto, comandante do Policiamento da Capital, não haveria conexão entre os crimes, salvo o duplo homicídio ocorrido no Bairro Ellery.


Os outros bairros nos quais os homicídios foram registrados são Barra do Ceará e Jardim Iracema (Regional I). De acordo com o relatório da SSPDS, as mortes ocorreram de forma semelhante: todas a bala e realizadas por homens não identificados. Duas das vítimas eram adolescentes.

A sequência de assassinatos teve início às 21h46min, no Pici. Francisco Jonas do Nascimento, 19, foi morto a bala por dois homens. Três minutos mais tarde, às 21h49min, Denilson de Sousa Santos, 18, levou tiros no Conjunto Jaciara, na Barra do Ceará. Doze minutos depois, no Jardim Iracema, Luís Fernando Pereira Paulino, de 21 anos, foi assassinado por quatro homens. No bairro Ellery, houve o duplo homicídio: os adolescentes Edson Braga Coelho e Luan Martins Alves, ambos de 17 anos, também foram mortos a tiros. Outras duas pessoas teriam sido baleadas, na mesma noite, em bairros próximos, mas não morreram. Até o fechamento desta matéria, não havia informação sobre o estado de saúde deles.

Morte de policial
Na mesma região, na manhã da última sexta-feira, 12, o policial militar Augusto Huebster Rabelo Félix e o comerciante José Vilemar de Freitas foram mortos em dois latrocínios supostamente cometidos pela mesma pessoa. Na manhã de sábado, Gabriel Alves de Lima, de 20 anos, foi preso no limite entre os municípios de Caucaia e São Gonçalo do Amarante. Ele é apontado pela Polícia como autor dos dois latrocínios.

O coronel Francisco Souto também descartou a hipótese de os assassinatos terem relação com os crimes ocorridos na sexta. De acordo com policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), houve nove mortes em oito bairros, de sábado, 13, para domingo, 14. Das nove pessoas, cinco foram socorridas e morreram em hospitais.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não se pronunciou a respeito das investigações. A assessoria do órgão afirmou que, por trabalharem em regime de plantão no fim de semana, não haveria como obter mais informações.

Saiba mais

Ainda na noite de sábado, 13, mais duas pessoas foram assassinadas, segundo a SSPDS. Thaíz Carneiro, 20, foi morta no Antônio Bezerra, às 18h30min. Na Messejana, às 19h35min, Gustavo Silva, 19, foi morto em Messejana. Os casos das duas pessoas baleadas, mas que não morreram, ocorreram no Jardim Iracema e na Barra do Ceará. O relatório da SSPDS só informa o primeiro nome e as iniciais dos sobrenomes. Nomes completos foram obtidos com fontes da Polícia.
O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário