terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Acusado de matar policial militar tem prisão preventiva decretada no Ceará

Policial é assassinado com nove tiros em Fortaleza (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
O acusado de matar um policial do Batalhão de Policiamento de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (22). Gabriel Alves de Lima, o "Biel",  já responde por tráfico de drogas.

De acordo com a decisão do juiz Michel Pinheiro, da Vara Única de Audiência de Custódia de Fortaleza, Gabriel Alves de Lima vai responder pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Além do policial  Augusto Huebster Rabelo Félix, de 27 anos, o homem também matou o  idoso José Vilemar de Freitas, de 83 anos.
Segundo o processo, o soldado Félix foi executado com nove tiros por volta das 6 horas do dia 12 de fevereiro, no bairro Planalto Pici, em Fortaleza, durante uma tentativa de roubo. Na ocasião, o cúmplice Bruno de Barros foi morto com um tiro pelo policial militar.
Morte do policial
Após a ação, o réu deixou o local em uma moto de cor prata, levando a arma do policial. Em seguida,  Gabriel Alves de Lima invadiu um mercadinho na Rua Professor Maria Clara, Bairro Jardim Iracema, onde atirou contra o idoso José Vilemar. Ele fugiu do local levando R$ 100. A moto utilizada nas ações foi encontrada no mesmo dia, no município de Caucaia, na Gaande Fortaleza.

Gabriel Alves de Lima foi preso em flagrante no dia 13 de fevereiro, no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), pouco mais de 24 horas após o ocorrido. Em depoimento na delegacia, ele confessou os crimes.

O policial militar do Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) Augusto Herbert Félix, de 27 anos, foi assassinado com nove tiros no Bairro Pici, em Fortaleza. Segundo a PM, ele não estava em serviço e foi vítima de uma tentativa de assalto. O soldado  Augusto Huebster Rabelo Félix estava na corporação há seis anos.
De acordo com o comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Francisco Souto, o policial trafegava de moto pela Rua Santo Amaro, no Bairro Planalto Pici,   aguardando no semáforo fechado. Duas pessoas, também em uma moto, o abordaram e anunciaram o assalto.  O soldado do Raio reagiu e atingiu um assaltante no pescoço. O homem morreu no local. Gabriel Alves, que também estava armado, disparou contra o PM, que morreu no local.
G1
Cinco policiais foram assassinados no Ceará em 2016 (Foto: Arte G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário