quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Dívida de R$ 40 milhões ameaça fechar portas do Hospital Regional do Cariri

Decisões políticas do ex-governador Cid Gomes e a administração do atual governador Camilo Santana podem comprometer serviços prestados pelo Hospital Regional do Cariri (HRC).
Com cerca de quatro meses de atraso nos repasses, a dívida com o custeio já chega a R$ 40 milhões. Por decisão política do ex-governador, o custeio está acima do planejado em mais de 30%.
O Governo Camilo Santana tenta reduzir os custos, recusando casos de saúde primária e secundária, ao mesmo tempo em que promove a redução nos quadros e impõe escalas mais longas, com menos folgas. Servidores ameaçam paralisação nos serviços.
As informações foram passadas ao Jornal do Cariri por médicos e enfermeiros que, por medo de represálias, preferiram não se identificar. Leia a reportagem completa na edição desta semana do Jornal do Cariri.
Ceará News 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AÇÃO Manifestantes fazem protesto a favor da Lava Jato na Praça Portugual. De acordo com a organização do ato, cerca de 1000 pessoas se encontram no local. Vias de acesso estão bloqueadas pela AMC.

Foto: José Leomar Previous Next Em Fortaleza, o ato de apoio ao juiz Sérgio Moro e à Operação Lava Jato - pelo fim do foro privilegiado ...