sábado, 20 de fevereiro de 2016

Governo conclui obra do novo presídio de Pinheiro, que começa a operar com 306 novas vagas

A Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) de Pinheiro começou a operar, na tarde de quinta-feira (18), com 306 novas vagas para o Sistema Penitenciário do Maranhão. A entrega da UPR de Pinheiro atende ao Termo de Compromisso firmado pelo Governo do Estado com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em junho de 2015.

“Em 2015, entregamos os novos presídios de Balsas e Açailândia, e, este ano, a UPR II de Imperatriz. Foram 498 novas vagas abertas com a conclusão dessas três primeiras unidades prisionais. A conclusão da obra do novo presídio de Pinheiro é mais uma prova de que a mudança anunciada pelo Governo do Estado, no sistema prisional do Maranhão, tem sido progressiva”, lembrou o secretário de Estado de Administração Penitenciária (Sejap), Murilo Andrade de Oliveira.

Para auxiliar nas transferências gradativas de internos da região para o novo presídio, a Sejap conta com 12 homens do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop). Além disso, três viaturas estarão dando suporte durante a operação. Um ônibus também é usado para o traslado dos internos, que é coordenado pela secretaria adjunta de Segurança Penitenciária da Sejap, e executado pela Superintendência de Segurança Penitenciária.

“Montamos um forte esquema de segurança para garantir que a transferência gradativa dos internos ocorra da melhor maneira possível. Todos os agentes envolvidos nesse trabalho foram devidamente orientados para que a operação ocorra de forma segura e tranquila”, resumiu o superintendente Márcio Guimarães.

A UPR de Pinheiro é uma das mais bem estruturadas do sistema penitenciário do estado. Construída em uma área de 10.000m², o novo presídio da Baixada Maranhense possui 2 blocos, cada um com 20 celas coletivas com capacidade para até 8 presos. A unidade prisional dispõe, ainda, de oito celas individuais – três para Portadores de Necessidades Especiais (PNE) –, oito celas de visitas íntimas, além de duas áreas amplas para banho de sol coletivo e oito solários individuais.

Custando algo em torno de R$ 14,7 milhões, a nova UPR de Pinheiro faz parte do cronograma de obras do Governo do Estado que, por meio da Sejap, tem como meta abrir pelo menos 1.804 novas vagas, até o fim de 2016. Outra proposta do governo estadual é reformar e ampliar a delegacia que abrigava os presos e transformá-la em uma unidade prisional destinada a mulheres que cumprem penas, e, nela, oferecer, a exemplo da capital, trabalho e estudo de qualidade.

Notícia da Foto

UNILAB Suspeito de atirar em estudante deve se entregar nas próximas horas, afirma Polícia. Homens do Batalhão de Baturité estão de campana em Alto Santo Antônio, em Redenção, onde fica a suposta residência do acusado.

por Redação Diário do Nordeste Karliano e a estudante Thaislane Marcelino de Oliveira tiveram um namoro conturbado entre um e dois anos - ...