quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Mulher e sobrinho são presos suspeitos de encomendar morte de empresário

presosA Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), elucidou o homicídio de um empresário ocorrido no dia 18 março de 2015. A esposa e o sobrinho da vítima foram presos suspeitos de serem os mandantes do crime. A dupla, que mantinha um relacionamento extraconjugal, foi capturada na última sexta-feira (12).
De acordo com a delegada Socorro Portela, diretora da DHPP e responsável pelas investigações do crime, Lucivânia Abreu Marques (34), a “Vânia”, e Deivanir Campelo da Silva (27), mais conhecido “Dedé”, esposa e sobrinho da vítima, respectivamente, são os principais suspeitos de mandar executar Antônio Lucieudo e Silva (41). A dupla tinha como objetivo se apoderar dos bens da vítima e assumir o romance.
Investigações
Ainda segundo Socorro Portela, a dupla passou a ser suspeita após os policiais conseguirem identificar Fernando Nascimento da Silva (30), como o autor do homicídio. Ele segue foragido. A partir de então, chegaram aos nomes dos mandantes. Durante as investigações, os policiais descobriram o romance extraconjugal.
A Polícia representou pela prisão temporária do casal e na manhã do último dia 12 capturou a dupla em uma casa na Rua Oscar Leitão em Messejana – AIS 04. A Polícia cumpriu ainda um mandado de busca em uma residência no bairro Lagoa Redonda. Em depoimento, Lucivância confirmou o relacionamento amoroso com o sobrinho de seu esposo.
O crime
Antônio Lucieudo foi assassinado, no início da tarde do dia 18 de março do ano passado, na rua Alberto Júnior, no bairro Castelão – Área Integrada de Segurança 05 (AIS 05). Na ocasião, Lucieudo estava na companhia de “Dedé”, quando foi abordado por um homem, em uma motocicleta, que simulou uma tentativa de assalto. “Dedé” – que dirigia o veículo – abandonou o carro, levando a chave, e deixou Lucieudo para trás. A vítima então levou um tiro na cabeça. Ela ainda chegou a ser socorrida, mas faleceu após dar entrada no Frotinha da Messejana.
Logo após o crime, o assassino fugiu em uma motocicleta e acabou se envolvendo em um acidente. Ele abandonou o transporte e seguiu a fuga a pé. Através da moto, a Polícia pode identificar o executor. “Descobrimos ainda que Fernando recebeu a moto e o revólver do sobrinho da vítima”, afirmou a delegada Socorro Portela. Para executar o empresário, Fernando recebeu ainda a quantia de R$ 10 mil. A Polícia continua as investigações no sentido de localizar Fernando.
Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário