segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Pacientes lamentam decisão de hospital de Limoeiro do Norte não atender outras cidades

Hospital de Limoeiro do Norte não deve receber pacientes de outras cidades (FOTO: Reprodução Google Maps)Os moradores de Limoeiro do Norte e cidades vizinhas reclamaram da limitação no atendimento do Hospital Dr Deoclécio Lima Verde. A decisão de restringir o acesso da população passou a valer nesta sexta-feira (12).
A decisão de fechar as portas do hospital foi tomada pela Prefeitura de Limoeiro do Norte, após a suspensão do repasse do Governo do Estado, no valor de R$ 90 mil. A medida atendeu recomendação do Conselho Estadual de Saúde que detectou que os recursos não estavam sendo destinados para as áreas devidas.
Além de Limoeiro, o hospital atendia outros 11 municípios da região. Francisco Moreira é morador do distrito de Flores, em Russas, lamenta o fechamento das portas e critica a má gestão. “É uma irresponsabilidade muito grande. Acho que não tem o que dizer. Sei que a saúde pública está uma palhaçada”.
A opinião de Roberto Lima não é diferente. Ele aponta as deficiências que a população do interior enfrenta no quesito saúde. “Essa notícia é triste, vergonhosa por parte da falta de repasse. A gente bem sabe que existe cidade que a saúde é quase zero”.
Esta não é a primeira vez que prefeituras do interior tomam essa decisão. No ano passado, a prefeitura de Quixeramobim, no Sertão Central, decidiu restringir o atendimento no Hospital Dr Pontes Neto, recebendo apenas pacientes do próprio município.
Confira a matéria de Rigoberto Freitas da Jangadeiro FM:
Audio Player
Tribuna do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário