quinta-feira, 24 de março de 2016

Ceará tem dez ataques a bancos nas últimas dez semanas


Criminosos atacaram uma agência do Bradesco, na madrugada de ontem, na cidade de Ibaretama, a 134 km de Fortaleza. O destacamento da Polícia Militar no município foi alvejado e um caixa eletrônico foi explodido. Os assaltantes, contudo, não conseguiram levar o dinheiro. Foi a 10ª ação contra banco ocorrida este ano no Ceará. Desde o primeiro caso, em 23 de janeiro, ocorreu um novo ataque a cada semana.

O crime de Ibaretama foi registrado por volta das 2 horas. De acordo com o subtenente Ednardo Melo, que atua no destacamento da Polícia Militar local, quatro homens, que estavam armados com escopetas calibre 12 e pistolas ponto 40, se dividiram entre o prédio que abriga a PM e a agência. “Dois ficaram em frente ao destacamento, efetuando disparos para evitar que os policiais saíssem. Os outros foram para o banco e atacaram o caixa”, contou o policial.

Segundo Melo, as vidraças da entrada da agência foram destruídas a tiros. Em seguida, o caixa eletrônico foi violado para a instalação dos explosivos. A detonação, contudo, não foi suficiente para abrir o compartimento da máquina onde as cédulas estavam armazenadas.

“Funcionários disseram que é um modelo novo de caixa, que é mais resistente. Por isso, eles não conseguiram abrir e fugiram sem levar nada”, detalhou o subtenente.

Toda a ação durou cerca de 20 minutos. O grupo fugiu em duas motocicletas em direção à cidade de Ibicuitinga. Policiais dos destacamentos da PM de Banabuiú, Ibicuitinga e Quixeramobim, além da própria Ibaretama e do Comando Tático Rural (Cotar), realizaram buscas pela região. Entretanto, ninguém foi preso. 
Redução

Com relação a 2015, houve redução de 37,5% no total de casos de ataques a banco no Ceará. No mesmo período do ano passado, 16 ocorrências foram registradas. Destas, sete se deram com uso de explosivos. Já este ano, três agências tiveram caixas eletrônicos dinamitados.

Saiba mais

Histórico das ações criminosas contra instituições financeiras em Ibaretama:

Em 13 de julho de 2011, um ataque a carro-forte foi registrado no município. Cerca de R$ 2 milhões foram roubados pelos criminosos.

Uma ação semelhante foi realizada praticamente um ano depois, no dia 11 de julho de 2012, quando outro carro-forte foi explodido na cidade.

Em 31 de outubro do mesmo ano, um caixa eletrônico do posto avançado de atendimento do Bradesco também foi explodido na cidade.

Em 5 de agosto de 2013, houve uma tentativa de ataque a carro-forte. Desta vez, seguranças reagiram atirando e buscaram abrigo no destacamento da Polícia Militar local.

O Povo Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário