domingo, 20 de março de 2016

Governo do Ceará vai investir R$ 48 milhões em 11 adutoras de montagem rápida

TS1433_web
Técnicos da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) e da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) estão trabalhando em conjunto na elaboração dos projetos de 11 novas Adutoras de Montagem Rápida (AMRs) que vão garantir o abastecimento de comunidades no interior cearense. As obras serão construídas com recursos liberados pelo governo federal da ordem de R$ 48 milhões, e anunciados pelo governador Camilo Santana no dia quatro deste mês.

As novas adutoras levarão água para oito sedes municipais e sete distritos, beneficiando mais de 100 mil cearenses. No total, serão mais de 200 quilômetros de tubulações cortando os sertões para levar água a quem mais precisa. “Foi um trabalho muito minucioso e detalhista para chegar a esta relação. A ideia foi beneficiar o maior número de pessoas e de comunidades possível com os recursos disponíveis”, explica o secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira.
Teixeira destaca a necessidade de preservar as fontes hídricas, alertando para a necessidade de economia de água. “O governo está trabalhando de forma a aproveitar cada gota de água disponível, mas a população não pode deixar de colaborar, de usar a água com parcimônia. Nem agora, no momento de escassez, nem em tempos de bonança. Temos de ter claro que a água é um bem finito, sobretudo no semiárido”.
A relação das novas adutoras foi apresentada nesta sexta-feira (18) durante a reunião semanal do Comitê de Monitoramento das Ações de Convivência com o Semiárido, ocorrida no Palácio Abolição, sob a presidência do secretário Élcio Batista, chefe de gabinete do governador Camilo Santana. São elas: Uruóca / Senador Sá (22,4 km), Pereiro (36,5 km), S.L. do Curu/Croatá (19,2 km), Aruaru (Morada Nova) (4,6 km), Ocara (5,5 km), Triângulo Chorozinho / Timbaúba (15 km), Apuiarés (16 km), Guassussê/Igarói (Orós) (4,1 km), Iracema (28,4 km), Tamboril (33 km), Mineiro (19 km).
Com SRH

Nenhum comentário:

Postar um comentário