segunda-feira, 7 de março de 2016

Polícia captura três pessoas suspeitas de participação em ataques contra delegacias

presa-algemada-mulher
Continua a operação montada pela Secretaria da Segurança Pública para coibir novas ações de criminosos contra delegacias e ônibus em Fortaleza. Desde a última semana pelo menos seis coletivos foram incendiados e cinco delegacias metralhadas.
A secretaria divulgou na manhã desta segunda-feira, 07, que três pessoas foram presas na noite desse domingo, no bairro Ancuri, suspeitas de participarem dos ataques contra os prédios públicos. Com eles foram apreendidas duas armas de fogo.
Entre os presos, uma mulher identificada como Ana Klaudya Fernandes. Ela  seria esposa de um presidiário que estaria ordenando os ataques de dentro do presídio.
A Polícia investiga pelo menos cinco possíveis razões para as ações audaciosas. Uma das linhas de investigações seria a retaliação pela morte de um adolescente, envolvido com o tráfico, em confronto com o grupamento BPRaio. As outras vão desde as más condições dentro dos presídios até a revolta de criminosos contra a possibilidade de ser votada e aprovada mensagem do governador Camilo Santana proibindo o sinal telefônico no interior das unidades penitenciárias no território cearense.
Ceará Agora

4º MÊS DE SALDO POSITIVO Ceará cria 2,1 mil empregos; melhor setembro em 3 anos. Resultado decorre de 30,7 mil admissões contra 28,6 mil desligamentos no nono mês deste ano.

A agropecuária foi o setor da economia cearense que teve o melhor resultado na geração de empregos, com saldo positivo de 767 postos, segu...