terça-feira, 8 de março de 2016

Violência chega ao ponto do comando do 1º BPM não divulgar mais relatório diário a Imprensa

A violência que tomou conta do estado do Ceará parece não ter limites. Facções desafiam o Governador Camilo Santana ( PT ) que nada faz a não ser negar que elas se instalaram no estado. Semana passada a Sede da Secretária de Justiça foi atacada. Nem mesmo o secretario foi trabalhar. Vários ônibus queimados. Cinco delegacias tiveram portas ou janelas atingidas a bala. O 3º DP, localizado na avenida Bezerra de Menezes, bairro Otávio Bonfim, foi atacado na madrugada deste domingo (6), às 1h23. Este foi o quinto ataque a delegacias em quatro dias. Já forma atacados os 19º DP, 27º DP, 23º DP e o 23º DP, no bairro Nova Metrópole, em Caucaia, alvejado com mais de 20 tiros. No interior a violencia é a mesma, só falta o ataque a delegacias ou aos comandos da PM.
 Após uma onda de assalto que aconteceu mais uma vez em Russas , neste sábado,05, a imprensa do Vale do Jaguaribano recebe a informação do 1ºBPM que a partir de agora,  o relatório diário com os dados das ocorrências não serão mais divulgados a imprensa. A informação diz que, haja vista que a divulgação dos nomes das vítimas na imprensa falada ou escrita, tem gerado constrangimento às pessoas, que em muitos casos tem se negado a registrar ocorrências com receio de seus nomes serem divulgados, bem como pelo fato de a divulgação de muitos dos detalhes, atrapalha também as investigações. Só serão divulgados a quantidade de ocorrências ,  assaltos, homicídios, etc etc. Com a decisão de não mais divulgar o relatório alegando expor as vítimas, ao mesmo tempo a ação protege aos que andam em desacordo com a Lei.  Mas tal decisão também tende amenizar para os comunicadores que são ameaçados simplesmente ao ler os relatórios diariamente.
Russas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário