domingo, 10 de julho de 2016

Égua avaliada em R$550 mil morre em acidente de carro em Juazeiro do Norte



O animal participava de vaquejada

    

A caminhonete ficou comprometida após a colisão com o animal. O motorista não sofreu nenhuma lesão

A égua Cristal Roxa, montada pelo vaqueiro sergipano Celso Junior ( filho de Celso Vitório, pentacampeão brasileiro), morreu após uma colisão com uma caminhonete, por volta da meia-noite de sábado (9), na Avenida Plácido Aderaldo Castelo, em Juazeiro do Norte. Avalaiada em cerca de R$550 mil, a égua,que participava daVaquejada de Juazeiro,  faleceu na hora. Uma outra égua teria ficado gravemente ferida.

Segundo um dos competidores da Vaquejada, o criador Antonio Junior, a aposta é que carros que estacionam irregularmente no estacionamento dos vaqueiros, onde estão montados os currais dos animais, teriam avariado o cercamento. "Três animais se soltaram e uma égua morreu. Para o mundo do quarto de milha é uma perda muito grande. Ela era uma égua avaliada em cerca de R$550 mil e que estava cotada para leilão. Um acidente desse atrapalha o evento, que é importante para a região por trazer movimento e  gerar emprego", lamenta.

Depois do acidente, duas equipes - as de Celso Junior e de seus pai Celso Vitório - desistiram de terminar a competição. "É um baque grande, tanto afetivo quanto financeiro. Eles investiram para estar aqui e acontece uma coisa dessa", reforçou o vaqueiro. 

De acordo com um dos organizadores do evento, Samuel Pessoa, os animais teriam fugido do cercamento sem que nenhum carro tenha sido responsável pela quebra do curral. "Eles estavam com o caminhão no centro do estacionamento, pela localização isso seria impossível", defendeu ele, que garante que as duas equipes compreenderam que não houve culpa da organização na fatalidade. 

"O que soubemos é que os donos do animal entraram em acordo com o condutor do carro, que teve perca total", disse Rafael. Ele garante que esta edição da Vaquejada de Juazeiro bateu recorde de inscrições. Os organizadores informam que o público do evento é de cerca de 30 mil pessoas por dia.

Fonte
© Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário