segunda-feira, 25 de julho de 2016

Fissura no Castanhão não compromete segurança, segundo avaliação do Crea

A área passa por constante monitoramento e o reparo terá de ser imediato.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) anunciou, na manhã desta segunda-feira (25), que a fissura localizada no Açude Castanhão não compromete a segurança do local. O Diário do Nordeste publicou com exclusividade a rachadura em um dos pilares da 12ª comporta do reservatório.

Segundo o Crea, a área passa por constante monitoramento e o reparo terá de ser imediato. De acordo com a entidade, esse é o momento mais propício para reforçar a estrutura por conta do nível baixo da barragem.

O presidente do Crea-CE, João César de Freitas Pinheiro, lembra que a comissão instituída para fazer um levantamento das condições de segurança da barragem foi à Jaguaribara, um dos municípios no Ceará onde está localizado o Açude Castanhão.

Na ocasião, foi feita uma inspeção na falha na parede da barragem, na região do sangradouro. Desde essa data, engenheiros e estudiosos vêm se reunindo na Academia Cearense de Engenharia (ACE) para analisar a questão e fazer um levantamento das condições de segurança da barragem do açude e apresentar parecer técnico dos possíveis riscos existentes no manancial. A fissura não foi causada nem por falha no processo de construção da obra e nem abalo sísmico, foi decorrente do fator térmico e outras condições do clima.

Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário