sexta-feira, 29 de julho de 2016

Preso acusa Governo do Ceará de reduzir número de fugitivos na maior fuga de 2016

A crise no sistema carcerário cearense parece ser pior do que se imagina. Nesta quinta-feira (28), o programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, entrevistou um presidiário que estava foragido do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), em Itaitinga, desde o início deste mês.

Durante a entrevista concedida depois de sua captura, o preso, identificado como Paulo César, denunciou que o número de fugitivos divulgado pelo Governo do Estado não estava certo.

Conforme a Secretaria de Justiça, no último dia 14 de julho (dia em que Paulo César fugiu da cadeia), 183 internos do IPPOO II teriam escapado. Quando perguntado se ele teria escapado sozinho, a resposta foi enfática. “Não. Foram 315. O número que eles falaram de 180, na verdade, são 315”, contou.

Dinheiro compra

Conforme o preso, quem possui dinheiro dentro do presídio é quem manda. “Tendo dinheiro a polícia bota tudo pra dentro. O dinheiro compra polícia, compra agente (penitenciário), compra é tudo”, revelou.

O Tribuna do Ceará procurou a Secretaria de Justiça do Estado do Ceará, responsável pelos presídios cearenses. A Sejus informou que não irá se manifestar sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário