quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Polícia Civil prende sobrinho suspeito de assassinar o tio em Acaraú

Uma ação realizada por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em conjunto com as Delegacias Regional de Acaraú e Municipal de Itapajé, elucidou o desaparecimento de um comerciante, no último dia 01, no município de Acaraú, na Área Integrada de Segurança 17 (AIS 17) do Estado. A vítima foi assassinada pelo próprio sobrinho, que confessou o crime, na tarde de ontem (02), e informou onde o corpo foi abandonado.
Antonio Ribeiro Fonteneles Filho (35), sem antecedentes, conhecido como “Júnior”, confessou na tarde de ontem, que matou o tio, Jose Valderi Fontineles (51), com um tiro na cabeça dentro do próprio carro, um Siena de placas PMK 2110. Ainda conforme “Júnior”, o crime ocorreu na manhã da última segunda-feira (01), após uma discussão entre vítima e acusado por conta de uma quantia em dinheiro que a vítima devia ao sobrinho e seus parentes.
O crime
A Polícia inicialmente investigava o desaparecimento de Valderi, que é bastante conhecido na região. Durante os levantamentos, os policiais descobriram, através de imagens de câmeras de videomonitoramento, que o sobrinho foi o último a encontrar-se com a vítima que foi ao estabelecimento comercial de “Júnior” para efetuar uns pagamentos. As imagens mostraram ainda o momento em que vítima e acusado saem do comércio juntos e entram no Siena. Uma hora após esse registro, o sobrinho retorna sozinho para o comércio. Nesse momento, a vítima já estava morta, porém para os policiais, “Júnior” informou que o tio chegou com ele e saiu em uma Hilux branca. A Polícia fez levantamentos e não conseguiu localizar o suposto carro.
Conforme a Delegada Socorro Portela, diretora da DHPP, com o avanço das investigações e a desconfiança da Polícia recaindo sobre “Júnior”, ele resolveu confessar o crime e levar os policiais até as margens da CE 085, próximo ao município de Amontada, local onde abandonou o corpo.
Um fato que chamou a atenção dos policiais que investigavam o caso foi o tempo que “Júnior” ficou com o corpo do tio dentro do carro. Em depoimento, o homem afirmou que após o crime, enrolou a cabeça da vítima com um saco, pois segundo o suspeito “sangrava muito”, e o deitou no banco do passageiro do seu carro. Em seguida, foi trabalhar normalmente, saiu da loja e foi para casa, onde almoçou, conversou com parentes e deitou para descansar. Enquanto o corpo ainda estava no carro, “Júnior” foi para academia, onde fez exercícios por cerca de uma hora. Só após manter sua rotina, ele resolveu se desfazer do corpo do tio.
Antônio Ribeiro foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Devido à comoção social causada na cidade e por medida de segurança, ele foi trazido para Fortaleza, onde se encontra recolhido em uma das celas da DHPP. Já o enterro da vítima ocorreu no dia de hoje em Acaraú. A Polícia segue com as investigações no sentido de localizar a arma utilizada no crime.

Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário