quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Preso na Bahia bandido temido no Ceará e que comandou mortes de PMs no Vale do Jaguaribe

Um dos bandidos mais temidos no sertão do Ceará e que também figurava na lista dos mais procurados foi capturado, na noite desta quarta-feira (17), num cerco da Polícia no Interior    da Bahia. Ele é dono de uma extensa ficha de crimes que inclui assassinatos e roubos no Vale do Jaguaribe. Seria também o “braço-direito” do chefe de uma quadrilha  responsável pela morte de policiais militares naquela região.

Francisco Osivaldo da Silva Sousa, 29 anos, natural de Russas (a 163Km de Fortaleza), é apontado como o principal parceiro do assaltante e matador de policiais  William Huine Diógenes Cintra, que, atualmente, está detido em uma penitenciária federal de segurança máxima no Paraná.

Usando documentos falsos com o nome de Francisco Calou Gomes, numa cédula de idensponde do Rio Grande do Norte, Osivaldo e outros quatro homens foram cercados pela Polícia Militar da Bahi a quando se preparavam para praticar um assalto a banco na cidade de Barreira (a 850Km de Salvador).

A ficha criminal do bandido revela que ele responde a quatro assassinatos, cinco assaltos (roubos), cinco formações de quadrilha, dois furtos, além de tráfico de drogas e porte ilegal de armas. Por último, a ficha também revela o indiciamento do bandido pelo seu envolvimento em organização criminosa.

O bando

A quadrilha chefiada por William Diógenes e Osivaldo é apontada como responsável por vários assassinatos, assaltos a bancos e  carros-fortes, bem como ataques a fazendas, postos de combustíveis e agência daos Correios no Vale do Jaguaribe, principalmente, nos Municípios de Jaguaretama, Jaguaribara, São João do Jaguaribe, Morada Nova, Tabuleiro do Norte, Russas e Limoeiro do Norte.

Somente neste ano, a quadrilha matou dois policiais militares em Jaguaretama (a 241Km de Fortaleza), o soldado PM Hudson Danilo de Oliveira  e o subtenente Carlos Herbênio Almeida Bezerra, este último, comandante do destacamento da PM daquele Município.

FONTE: DN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário