quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Acusados de soltar rojão que matou cinegrafista irão a júri

QUARTA-FEIRA 28/09/16 as

Acusados de soltar rojão que matou cinegrafista irão a júri

Domingos Peixoto/Agência O Globo
Cinegrafista da TV Bandeirantes, Santiago Andrade é atingido por bomba durante manifestação

A quinta turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu nesta terça-feira que os dois acusados de soltarem o rojão que matou o cinegrafista da Band Santiago Andrade, em fevereiro de 2014, no Rio de Janeiro, vão a júri popular.

O julgamento final ficará a cargo do tribunal do júri porque os ministros entenderam que os suspeitos, Caio Silva de Souza e Fábio Raposo, ambos com 24 anos, agiram com dolo eventual, ou seja, ao soltarem o rojão, assumiram o risco de matar.

caso estava no STJ devido a uma decisão da Justiça do Rio em favor da defesa, desqualificando a denúncia do Ministério Público. Os promotores pediam pena por homicídio doloso triplamente qualificado— motivo torpe, uso de explosivos e sem chance de defesa pela vítima. A pena poderia chegar a 30 anos de prisão.

Folha UOL

NO MARANHÃO - Pai mata traficante após vídeo íntimo da filha ser divulgado em rede social.

Um vídeo íntimo motivou um assassinato de um criminoso de São Luís, capital do Maranhão. As imagens de um jovem de 22 anos, tendo relações...