quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Policial civil e militar trocam tiros em farmácia e ficam gravemente feridos

Policial civil e militar trocam tiros em farmácia e ficam gravemente feridos

Uma equipe da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança (CGD) esteve no local para iniciar as investigações do caso

Um policial civil e um militar ficaram feridos depois de trocarem tiros, na tarde desta quarta-feira (21), em uma farmácia, na Avenida Duque de Caxias, no Centro. De acordo com o delegado Romério Almeida, titular do 34º (Centro), o civil teria achado que o PM estava em atitude suspeita  e resolveu abordá-lo, resultando em discussão e tiroteio. Testemunhas afirmaram que o PM fazia compras e teria sido confundido com um assaltante pelo inspetor, por estar armado.

As balas chegaram ao outro lado da rua e atingiram fachadas de prédios em frente à farmácia. O cabo PM Edilson Barreto da Silva sofreu um ferimento na perna que atingiu aveia femoral e o inspetor Olívio Gabriel Torres Júnior foi alvejado na face. Ambos foram levados para o Instituto Doutor José Frota (IJF) em estado grave e estão na sala de reanimação. 

As duas armas utilizadas pelos agentes de Segurança Pública foram apreendidas. A testemunha do fato confirmou que a confusão começou com a abordagem ao militar. “O policial civil atirou e dominou o rapaz no chão, mesmo ele gritando que era PM. Estava lá perto e não entendi o porquê”, afirmou a mulher, que não quis se identificar.

Uma equipe da Controladoria Geral  de Disciplina dos Órgãos de Segurança (CGD)  esteve no local  para iniciar as investigações do caso. Em nota,   a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informa que "as circunstâncias envolvendo a ocorrência de troca de tiros entre um policial civil e um militar estão sendo apuradas. Neste primeiro momento, levantamentos iniciais apontam para uma interpretação errada, envolvendo os dois agentes de segurança, que estavam à paisana". 

    (Fonte: Diário do Nordeste)

Nenhum comentário:

Postar um comentário