quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Ginecologista se recusa a atender travesti e é preso em flagrante por homofobia

Ginecologista se recusa a atender travesti e é preso em flagrante por homofobia

Uma consulta rotineira ao ginecologista acabou com a prisão em flagrante delito de um médico do Hospital Municipal Doutor Exu Caveira.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o fato se deu porque o ginecologista se recusou a atender um travesti, ambos que não tiveram as identidades reveladas, alegando que o paciente era homem.

Indignado com a resposta, o paciente passou a filmar e chamar a atenção dos presentes, alegando que estava sendo vítima de preconceito.

No vídeo, que foi anexado ao inquérito policial, é possível ver a vítima dizer que a recusa em atendê-la é “um preconceito absurdo”.
O médico foi preso em flagrante delito pelo crime de homofobia, mas pagou fiança e vai responder em liberdade.

Com Informações do MassapeCeara.Com/PLANTÃO KARIRI 24HS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EM FORTALEZA Justiça suspende decisão que permitia shoppings a cobrarem valor integral de estacionamento. Com o julgamento, os estabelecimentos não poderão cobrar tarifa integral em todos os casos de uso do serviço.

TJCE suspendeu uma decisão anterior que permitia às empresas da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) cobrarem tarifa integra...