terça-feira, 4 de outubro de 2016

Inquérito sobre o caso Rakelly é concluído e enviado à Justiça

Inquérito sobre o caso Rakelly é concluído e enviado à Justiça

"Zé" foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver

    

22:50h · 04.10.2016

Caseiro confessou o crime e,no último dia 25, foi transferido para o Sistema Penitenciário do Estado

O inquérito que investigou a morte da menina Rakelly Matias Alves, de oito anos, foi concluído pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e remetido à Justiça nesta terça-feira (4). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o réu confesso do crime, José Leonardo Vasconcelos Gracindo (33), o "Zé", foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver. No último dia 25, José Leonardo foi transferido para o Sistema Penitenciário do Estado.

Segundo a SSPDS, a DHPP solicitou à Perícia Forense (Pefoce) a indicação de um perito para a realização de uma reconstituição do crime. Em nota, a Pasta explica que a simulação é uma forma de contribuir para “inserir ou descartar a participação de uma segunda pessoa na morte de Rakelly”.

A menina de oito anos sumiu no último dia 21 de setembro. Depois de passar três dias desaparecida, o corpo de Rakelly Alves foi encontrado dentro de um cacimbão por policiais da DHPP, no dia 24 de setembro, em Itaitinga. O local onde a criança foi achada é próximo a residência da família e o suspeito do crime era caseiro do sítio. 

    

© Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário