segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Santana do Cariri se prepara para romaria de Benigna Cardoso

Santana do Cariri se prepara para romaria de Benigna Cardoso

segunda-feira, 10 de outubro 2016

A comunidade católica de Santana do Cariri, na região do Cariri Oeste, se prepara para celebrar a 13ª romaria de Benigna Cardoso da Silva , jovem “mártir” de 13 anos que foi assassinada em 1941. O evento começa com uma moto romaria dia 15 de outubro e vai até o dia 24, quando será celebrada uma missa pelo bispo diocesano Dom Fernando.
Após sua morte, Benigna passou a ser invocada como Santa, visto que a mesma era bastante conhecida como pessoa cheia de Deus e diante da sedução de Raul seu algoz, ela não exitou: preferiu morrer para não ofender a sua religiosidade.

Diante do testemunho de graças alcançadas e as romarias que surgiram em homenagem a Benigna, a Diocese do Crato pediu ao Vaticano a beatificação da jovem. A beatificação é o primeiro passo para a canonização, processo pelo qual a Igreja reconhece oficialmente a fama e o testemunho de santidade de alguém que viveu e morreu heroicamente , marcado pelas virtudes cristãs.

O processo de beatificação de Benigna começou em 2011 e, desde de 2014, está na fase Romana (em Roma). A partir daí, a congregação para a causa dos santos já nomeou Benigna como Serva de Deus.
Segundo padre Paulo Lemos Pereira , pároco de Santana do Cariri, além da vasta documentação que a equipe diocesana entregou ao Vaticano através de Dom Fernando Panico, contendo testemunhos de contemporâneos de Benigna sobre sua santidade, relatos históricos sobre as virtudes da mesma e vários artigos de livros, revistas e jornais. Também em 2016, o Vaticano solicitou depoimentos (por parte de pessoas que viveram nas décadas de 40 a 80) de graças alcançadas e sobre a consciência popular do martírio de Benigna , para fortalecer ainda mais a certeza de que verdadeiramente o martírio da jovem é cristão. Segundo o religioso, isso é um bom sinal de que o processo está em andamento.

Programação
A programação da romaria ,como de costume , começa com uma moto romaria dia 15 de outubro, data do natalício de Benigna, e vai até o dia 24 , quando será celebrado 75 anos do martírio. Neste dia, a primeira missa ocorrerá às 9 horas no santuário de Benigna Cardoso, no bairro de Inhumas; 11 horas missa das flores, na Matriz de Nossa senhora Santana em Santana do cariri, e, a partir das 15 horas, concentração no bairro Inhumas seguida de caminhada até a Matriz, quando haverá uam solenidade presidida por Dom Fernando (Bispo Diocesano) e concelebrada por Dom Gilberto Pastana, bispo coadjutor, e sacerdotes convidados.
Na ocasião, a comunidade de Santana do Cariri fará homenagem a Dom Fernando por ter sido ele responsável por ter levado para Roma o pedido de beatificação . Esta romaria será a última que Dom Fernando presidirá como bispo diocesano já que em janeiro ele entregará o báculo a Dom Gilberto Pastana, informou o padre Paulo Lemos Pereira.

Devotos
O funcionário público José Macário de Lima frisa que a romaria é um ato histórico social e religioso muito significante para a comunidade religiosa de Santana do Cariri. “Basta lembrar que a nossa santinha já está chamando a atenção de muitas pessoas de fé, quem vem venerar e adorar esta serva de Deus em seu santuário no bairro de Inhumas”.
Já o estudante Matheus do Nascimento Alencar destaca que, devido a fé das pessoas, o evento atrai cada vez mais devotos, principalmente pelos milagres já alcançados. “Eu, mesmo, sou um devoto ardoroso e tenho muita fé em Benigna Cardoso. É tanto que sempre que posso participo das romarias e das missas em que é celebrada no bairro de Inhumas, em Santana do Cariri”, externou ele.

(com informações de Amaury Alencar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário