quinta-feira, 30 de março de 2017

Preso no Paraná bandido do PCC envolvido no furto milionário no Banco Central de Fortaleza, em 2005

Gean Ricardo Galean, preso em Borrazópolis/PR FOTO: site Borrazópolis Notícias

Doze anos após o registro do maior furto a banco na história do País, a Polícia consegue prender um dos envolvidos no crime. Nesta quarta-feira (29), as autoridades cearenses receberam da Polícia do Paraná a informação da prisão do assaltante e foragido da Justiça, Jean Ricardo Galean, 39. Ele foi um dos principais integrantes da quadrilha que furtou da sede do Banco Central, em Fortaleza, nada menos, que 164.755.150,00  (164,7 milhões), em agosto de 2005.

A captura do bandido ocorreu no Interior do Paraná. Uma operação de rotina da Polícia Militar culminou na abordagem a uma caminhoneta importada, blindada, onde havia três pessoas. Um casal foi detido e apresentou seus documentos, sendo liberado. No entanto, o homem que acompanhava o casal teria apresentado uma cédula de identidade verdadeira, mas pertencente a um irmão. A prisão aconteceu na cidade de Borrazópolis (a 286Km de Curitiba)

Nas investigações feitas pela Polícia, logo veio a descoberta de que o homem detido era caçado pela Justiça. Contra Jean Ricardo Galean havia, ao menos, quatro mandados de prisão em aberto. Um deles, por conta de seu envolvimento no furto ao Banco Central em Fortaleza, há 12 anos.

A prisão do bandido foi realizada numa operação que era realizada por policiais militares  do 10º Batalhão da PM paranaense, sediado em Apucarana, com o apoio da 6ª Companhia Independente da cidade de Ivaporã e o Destacamento policial de Borrazópolis.

Condenado

Com contas a ajustar com a Justiça Federal no Ceará e com as autoridades do Paraná, o bandido foi transferido, ontem, para Curitiba, mas poderá ser trazido para Fortaleza.

Galean foi condenado, inicialmente, a uma pena de 40 anos e seis meses de prisão. No entanto, em 2012, a pena foi reduzida para oito anos e seis meses. Segundo a investigação, o bandido é membro da organização criminosa  Primeiro Comando da Capital (PCC).

Conforme as investigações da Polícia Federal, Galean teria participado diretamente das escavações do túnel que deu acesso ao caixa-forte do BC, no Centro da cidade,  entre a noite do 9 (sexta-feira) e a madrugada do dia 10 (sábado) de agosto de 2005. O furto milionário, porém, somente foi descoberto pelos funcionários do banco na manhã do dia 12 (segunda-feira) quando estes chegaram para dar início ao expediente. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

HORÓSCOPO DO DIA 16 DE DEZEMBRO DE 2017

SIGNOS ÁRIES 21 de março - 20 de abrilRegente: | Elemento: | Complementar: Você se articula para trabalhos que venham a ser lucrativos....