sexta-feira, 14 de abril de 2017

AUTRAN NUNES Dois tiroteios terminam com três pessoas mortas. Depois que quatro homens executaram um desafeto, a PM matou dois dos autores do homicídio e feriu outro.


Cinco armas de fogo e uma machadinha, que seria usada para decapitar a vítima do homicídio, foram apreendidas pela Polícia Militar. Dois homens foram presos. Um deles estava com ferimentos causados por tiros nas costas e no punho

Três pessoas foram mortas e uma baleada, por volta das 21h da noite dessa quinta-feira (13), em dois tiroteios no bairro Autran Nunes. No primeiro caso, quatro homens mataram um desafeto. Após a execução, foram surpreendidos por policiais militares do Batalhão de Policiamento e Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio). Durante o confronto, os PMs mataram dois, balearam o terceiro e prenderam o quarto suspeito. Cinco armas foram apreendidas.

Conforme a assessoria de comunicação da PM, o quarteto saiu do bairro Alto alegre, em Maracanaú, em um veículo Fiat Punto preto roubado e se dirigiu para o Autran Nunes com o objetivo de matar um inimigo, identificado apenas como Lucas. Na Travessa Tocantins, por trás da Unidade de Pronto Atendimento do bairro, os quatro homens conseguiram executar desafeto.

Uma equipe do BPRaio, que estava próxima do local, ouviu os disparos e dobrou na via. Durante a abordagem, os homens dispararam contra os PMs que atiraram de volta. Durante a ação, Danley Cristian de Sousa Rocha, de 19 anos, se rendeu. Os homens identificados apenas como Aldênio e Wilian, foram baleados pelos agentes e morreram na hora.

O quarto homem, Valdenir Alexandre de Sousa Rocha, 22, foi atingido no ombro e no punho e levado por uma viatura para o Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, conhecido como Frotinha de Parangaba. Na unidade de saúde, os policiais encaminharam o acusado para realizar exames. Após a radiografia e medicação, o lesionado foi encaminhado para o 10º Distrito Policial, no bairro Antônio Bezerra, para onde o Danley já havia sido levado.

Apreensões

Foram apreendidas cinco armas de fogo, sendo dois revólveres calibre 38, duas pistolas calibre 380 e outra .45, de uso restrito. Os policiais ainda encontraram um facão no veículo, que um dos homens afirmou que seria usada para degolar Lucas. (Colaborou Allan de França).

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

AGRESSÃO EM ESCOLA Promotora pedirá internação de estudante que agrediu professora em Santa Catarina. Como o aluno é reincidente, ela planeja "uma medida mais dura". O caso ocorreu nesta segunda-feira (21)

por Folhapress Marcia Friggi dá aulas de português em mais de uma escola de Indaial, há 12 anos. Ela ficará sete dias em casa, de atestado...