segunda-feira, 24 de abril de 2017

EM ARACATI Mãe de preso morto em rebelião no Ceará é indenizada em R$ 50 mil. Justiça determinou ainda o pagamento de dano material em forma de pensão no valor de 1/3 do salário mínimo.

A Justiça condenou o Estado do Ceará a pagar R$ 50 mil em indenização por dano material para a mãe de um preso morto durante uma rebelião na Cadeia Pública de Aracati, interior do Ceará. Ainda foi determinado o pagamento por dano material em forma de pensão mensal no valor de 1/3 do salário mínimo.

A juíza Ana Paula Feitosa de Oliveira, que responde pela 15ª Vara da Fazenda Pública, do Fórum Clóvis Beviláqua, afirmou que o Estado é responsável pelos casos de falecimento de detentos ocorridos dentro do sistema prisional. Desta forma, a magistrada determinou que o pagamento de indenização para a mãe da vítima.

De acordo com os autos, o detento Alexander Costa e Silva faleceu no dia 27 de janeiro de 2000, durante rebelião ocorrida em unidade prisional no município de Aracati. Por isso, em 2003, a mãe dele ajuizou ação contra o ente público requerendo reparação por danos materiais e morais sofridos.

O Estado contestou afirmando que não tinha o dever de indenização, pois o crime foi motivado por um suposto envolvimento do falecido na rebelião.

Porém, segundo a juíza, “o que se atribui ao lesado não é propriamente uma indenização, mas mera compensação pelo sofrimento suportado, além de uma satisfação que a ordem jurídica lhe dá, de forma a não deixar impune o causador do prejuízo, que assim é indiretamente levado a agir preventivamente para evitar outros possíveis danos”.

© Copyright 2000-2017 Globo Comunicação e Participações S.A.

BOLETIM POLICIAL VALE DO JAGUARIBE - 18/12/2017: Homicídio a bala em Icapuí, prisão por roubo e apreensão por arma de fogo em Aracati.

Neste domingo, dia 17, por volta das 23h, na localidade de Santa Tereza, zona rural, PMs foram informados de que cerca de quatro indivíduos...