quinta-feira, 13 de abril de 2017

EM MARANGUAPE Idoso é suspeito de assassinar esposa a golpes de punhal. O suspeito supostamente tentou fugir do local, mas foi detido por um popular; Narciso responderá pelo agravante de feminicídio, previsto no artigo 121 do Código Penal.


Durante a briga, que aconteceu por volta das 7h da manhã, o suspeito tomou posse de um punhal e começou a golpear a vítima
( Foto: Reprodução/Polícia Militar )

Um homem de 70 anos é suspeito de assassinar a própria esposa na manhã desta quinta-feira (13), no município de Maranguape. Narciso Alves de Moura desferiu cerca de 12 golpes, incluindo em regiões vitais e no pescoço, contra a própria companheira, após uma discussão.

 

Segundo informações concedidas pelo delegado Wagner Jorge Cavalcante, plantonista da Delegacia Metropolitana de Maracanaú, há relatos que o suspeito teria iniciado uma discussão com o próprio filho por motivos não revelados. Insatisfeita, a vítima, identificada como Raimunda de Vasconcelos Moura, de 59 anos, teria intercedido a favor do jovem e começado outra discussão com o marido.

 

Durante a briga, que aconteceu por volta das 7h da manhã, Narciso tomou posse de um punhal e começou a golpear Raimunda. A partir dos gritos da vítima, que pedia por socorro, vizinhos perceberam a gravidade da situação e foram rumo à residência do casal. Um popular supostamente teria conseguido deter e desarmar o suspeito.

 

Após a chegada da polícia, Narciso foi direcionado para a Delegacia Metropolitana de Maracanaú, por ser a unidade plantonista responsável pelas ocorrências de Maranguape. Inicialmente, Narciso responderá pelo agravante de feminicídio, previsto no artigo 121 do Código Penal.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RIO DE JANEIRO Ator Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia. Artista deve R$ 196 mil de pensão alimentícia a filho, segundo a polícia. Ao G1, Dado disse que valor pedido é de acordo com um contrato trabalho que não existe mais.

Por Patricia Teixeira, G1 Rio Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia O ator Dado Dolabella foi preso no início da tarde...