sexta-feira, 7 de abril de 2017

ESTADO DO CEARÁ Violência armada já deixou mais de mil pessoas assassinadas no Ceará neste ano. Os assassinatos viraram rotina na disputa de bandidos por territórios do tráfico de drogas.

Os assassinatos viraram rotina na disputa de bandidos por territórios do tráfico de drogas

A taxa de homicídios no Ceará neste ano já ultrapassou os mil casos. Com 976 crimes entre os meses de janeiro e março (primeiro trimestre) e mais 66 assassinatos nos primeiros seis dias de abril em curso, o total chega a 1.042 execuções sumárias. Portanto, em 96 dias de 2017, a média é de 10,8 homicídios à cada 24 horas em todo o estado.

No primeiro trimestre deste ano, a Capital cearense foi a região que apresentou um maior índice de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). Em janeiro foram 123 casos, 90 em fevereiro e mais 162 casos em março, totalizando 375 assassinatos.

Em seguida, aparece nas estatísticas a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), com 88 casos dem janeiro, 57 em fevereiro e mais 82 em março, somando em três meses, 227 CVLIs.

O Interior Sul ficou em terceiro lugar no cômputo das taxas de assassinatos no trimestre, com 93 crimes em janeiro, 64 em fevereiro e 66 em março, totalizando 223.

Já o Interior Norte foi a região menos violenta do Estado neste período, com 151 caso, sendo 45 em janeiro, 58 em fevereiro  e 48 em março.

Operações

Em entrevista na semana passada, o secretário da segurança Pública e Defesa Social, delegado federal André Costa, informou que o aumento das intervenções da Polícia nas áreas consideradas mais críticas, diante da presença de facções criminosas ligadas ao tráfico de drogas e armas, gerou um aumento nos CVLIs, pois, segundo a sua interpretação, com a chegada da Polícia nessas áreas, os bandidos migram para outras já ocupadas por outros delinqüentes e então inicia-se uma disputa pelo território que, em muitas vezes, termina em confrontos armados e óbitos.

O secretário informou também que operações de ocupação de territórios dominados por traficantes vão continuar, à exemplo da “Operação Marco Zero”, que, no mês passado, zerou o índices de assassinatos na Grande Barra do Ceará e no Parque Leblon, em Caucaia, na RMF. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

BOLETIM POLICIAL VALE DO JAGUARIBR - 17/12/2017: Plantão policia registrou três acidentes com vitimas lesionadas e uma tentativa de homicidio

TENTATIVA DE HOMICÍDIO NA CADEIA PÚBLICA DE JAGUARUANA  = Conforme informações da policia militar, neste sábado, dia 16, por volta das 08h...