segunda-feira, 10 de abril de 2017

HOMICÍDIO NO CARIRI Homem foi baleado no rosto e morreu sobre sua moto em Mauriti na manhã de hoje.

Pouco mais de um mês depois novo homicídio foi registrado em Mauriti se constituindo no primeiro do mês de abril e o quarto de 2017 no município, onde 11 pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. Por volta das 8 horas desta segunda-feira populares encontraram o cadáver de um homem apresentando perfurações à bala no rosto. Antonio Eliedo da Silva, de 39 anos, era conhecido como “Léo filho de finado Zé Hagino” e o cadáver estava perto de sua casa na Rua Projetada no bairro Bela Vista.

O mesmo se encontrava sobre a moto que pilotava no caso uma Honda CG 150 Fan de cor preta e placa OCS-4577. Léo respondia por um crime de violência doméstica praticado no dia 17 de novembro de 2008. Naquela data, agrediu a socos sua ex-companheira Francisca Ednete de Sousa Cunha na residência dos pais dela, No último dia 25 de janeiro ele foi condenado a quatro meses de prisão pelo juiz substituto de Mauriti, Diogo Altorbelli Silva de Freitas.

O último assassinato deste ano em Mauriti tinha ocorrido no dia 4 de março e como vítima a funcionária da Loja Zenir Móveis, Francisca Elivania Cândido, de 29 anos, a “Vânia”, morta a golpes de facão. O crime aconteceu na residência dela na Rua 6 do bairro Bela Vista II com motivação passional tendo como autor o seu companheiro e agricultor João Paulo de Almeida, de 36 anos. O casal deixou duas filhas de 10 e 12 anos de idades.

Demontier Tenório

Turmas JBV tem início nesta quarta-feira(23)

JBV - Jovem Brigadista de Valor Alunos das escolas públicas foram convidados a participar do JBV que se iniciará nesta quarta-feira, ...