quarta-feira, 12 de abril de 2017

MULHERES MORTAS Março terminou com quatro mulheres assassinadas no Cariri e violência é 20% maior que o ano passado.

O mês de março terminou com o registro de quatro mulheres assassinadas na região do Cariri após um mês de fevereiro com apenas um homicídio em Missão Velha ou 75% a mais. Nos três primeiros meses deste ano já são cinco mulheres mortas contra quatro na comparação com igual período do ano passado ou um crescimento da ordem de 20% na matança de mulheres. Na comparação dos meses de março deste e do ano passado houve um crescimento em dobro.

No dia 4 de março Francisca Elivania Cândido, de 29, que residia na Rua 6 do bairro Bela Vista II em Mauriti, foi morta a golpes de facão pelo esposo João Paulo de Almeida, de 36 anos, o qual praticou o suicídio por enforcamento. As duas filhas do casal de 10 e 12 anos não estavam em casa. Ela era conhecida por “Vânia” e trabalhava como auxiliar de serviços na Loja Zenir Móveis de Mauriti.

Cinco dias depois Paula Raiane Gomes da Silva, de 27 anos, que residia na Rua Santa Cecília, 1271 (Salesianos) morreu no Hospital Regional do Cariri dois dias após ser lesionada com três tiros perto do Hiper Bompreço (Santa Tereza) em Juazeiro do Norte por homens que fugiram num carro. Ela era lésbica e respondia por assaltos, furtos, uso de drogas e até chegou a fugir da cadeia pública de Juazeiro.

Já no dia 20 de março Marlene Maria da Silva, de 52 anos, que residia no Sítio Baixa Grande em Jati, foi morta a tiros na cabeça por dois homens encapuzados e armados que chegaram numa moto de cor preta. Eles procuravam pelo dono da casa “Jovelino” que responde por um homicídio culposo no trânsito em Pernambuco e esse não estava quando mandaram a esposa se ajoelhar juntamente com a filha, a fim de orar antes de executarem a mesma.

Dois dias após Ana Iracélia, de 38 anos de idade, que residia na Rua T19, número 164 imediações do Fórum no bairro Bela Vista em Barbalha, foi morta a pauladas na cabeça pelo companheiro Geovane Antonio dos Santos, de 31 anos, que fugiu à pé e terminou preso no município de Jardim. Ele disse à polícia ter encontrado um homem na cama com sua esposa.

Demontier Tenório

BOLETIM POLICIAL VALE DO JAGUARIBR - 17/12/2017: Plantão policia registrou três acidentes com vitimas lesionadas e uma tentativa de homicidio

TENTATIVA DE HOMICÍDIO NA CADEIA PÚBLICA DE JAGUARUANA  = Conforme informações da policia militar, neste sábado, dia 16, por volta das 08h...