sábado, 22 de abril de 2017

PROTESTOS Centrais sindicais esperam realizar a maior paralisação nacional dos últimos 30 anos. Movimento está programado para a próxima sexta-feira dia 28 em todo o país e pode mobilizar um grande número de trabalhadores em protesto contra reformas da Previdência, trabalhista e Lei da Terceirização



A paralisação nacional programada para a próxima sexta-feira (28) em todo o país, organizada por centrais sindicais, pode mobilizar um grande número de trabalhadores e de setores da sociedade dos últimos 30 anos no Brasil.

Pelo menos essa é a expectativa dos organizadores, que levantam a bandeira em protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista e a Lei da Terceirização, destaca a edição desta sábado (22) do Estado de S. Paulo.

O evento está sendo convocado por oito centrais sindicais que, juntas, representam mais de 10 milhões de trabalhadores em todo o pais. Segundo sindicalistas a última grande paralisação envolvendo diversas categorias ocorreu em 1986, durante o Plano Cruzado.

Grandes categorias de várias capitais aprovaram a paralisação em assembleias, entre as quais, motoristas do transporte público, bancários, professores de escolas públicas e privadas, entre outras.

Ceará

De acordo com a Centro Única dos Trabalhadores (CUT) do Ceará, o ato geral em Fortaleza vai acontecer na Praça da Bandeira, a partir das 09h.

© 2017 CopyrightGrupo Ceará Sat

VAGAS​ ​Oportunidade de Emprego (Limoeiro páginas 1 e 2).​ ​23/08/2017 4ª Feira.​

💼 ​ VAGAS ​ ​ Oportunidade de Emprego (Limoeiro páginas 1 e 2). ​ ​ 23/08/2017   4ª Feira. ​