sábado, 15 de abril de 2017

RIO GRANDE DO NORTE Membro do PCC preso pela Polícia Militar diz que estava em Mossoró só para matar gente. O temido fugitivo da Penitenciária de Alcaçuz Bonfim Tarcísio da Silva, recapturado pela Polícia Militar na zona sul de Mossoró, informou que é do Primeiro Comando da Capital e que estava em Mossoró apenas para cumprir ordens de assassinato.

 

O temido fugitivo da Penitenciária de Alcaçuz Bonfim Tarcísio da Silva, recapturado pela Polícia Militar na zona sul de Mossoró, informou que é do Primeiro Comando da Capital e que estava em Mossoró apenas para cumprir ordens de assassinato.

Conhecido por Junior Play, Bonfim estava com uma identidade falsa, em nome de Ivanildo Cardoso de Morais. Ele foi recapturado pelos policiais do Grupo Tático de Operacional, composto pelos policiais Sargento PM Lima e os cabos Fabiano e Hugo e soldado Salustiano. 

 

Os policiais narraram na ficha de ocorrência que localizaram o suspeito no bairro Belo Horizonte, precisamente na Rua São José. Reconhecido como fugitivo de Justiça, Junior Play não negou sua condição de fugitivo da Penitenciária de Alcaçuz, que fica em Nízia Floresta.

 

Júnior Play disse que fugiu no dia 14 de janeiro, na ocasião que aconteceu carnificina no pavilhão V de Alcaçuz pelos presos da facção que faz parte, o PCC. Os mortos eram membros da facção criminosa Sindicato do RN, que havia surgido nos presídios do RN em 2013.

 

Ao ser capturado, Junior Play revelou que sua presença em Mossoró era só para matar gente. Não citou quais homicídios cometeu, mas estava preparado para fazê-lo. Tinha em mãos uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e rádio na frequência da PM.

 

As armas apreendidas com o criminoso, deve ser periciada no Instituto Técnico-científico de Polícia (ITEP), para saber se bate balisticamente com armas usadas em crimes de homicídios ocorridos em Mossoró. Só este ano, a capital do Oeste já registrou 72 homicídios em 2017.

 

Portal Mossoró Hoje

EXCLUSIVO: Preso em Fortaleza traficante chefe do Comando Vermelho em Santa Catarina

Leandro Madalena Schlosser, 27 ano, foi capturado ao chegar em seu apartamento, no Cambeba   Uma operação conjunta do Batalhão de P...