sábado, 8 de abril de 2017

TRÁFICO Polícia Civil deflagra operação e desarticula bando que traficava drogas no Maciço de Baturité. Em poder dos criminosos a Polícia encontrou R$ 8,6 mil da venda de entorpecentes. Além de armas, drogas, munição e dinheiro, foi também apreendida uma farda antiga da PM.  

Em poder dos criminosos a Polícia encontrou R$ 8,6 mil da venda de entorpecentes  

Além de armas, drogas, munição e dinheiro, foi também apreendida uma farda antiga da PM  

A quadrilha se autodenominava "Associação Para o Tráfico" e acabou sendo capturada 

Uma megaoperação policial foi realizada na manhã desta sexta-feira (7), na Região do Maciço de Baturité (a 83Km de Fortaleza), para o cumprimento de vários mandados de buscas e apreensão e de prisão. A ação foi chefiada pelo delegado Francisco Cavalcante, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil de Baturité e  concluída com a prisão em flagrante de cinco pessoas, apreensão de armas, drogas e dinheiro.

Batizada de “Mont Mor”, a mobilização policial contou também com a participação da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol), órgão pertencente à da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); e Departamento de Polícia do Interior – Norte (DPI-Norte), da Polícia Civil.  Foram cumpridos 18 mandados judiciais.

Segundo o delegado Cavalcante, o objetivo foi reprimir um grupo de traficantes responsáveis pela venda e distribuição de drogas em Baturité e toda a região do Maciço.  Durante a operação, a Polícia aprendeu cerca de R$ 8,6 mil em espécie, dinheiro arrecadado por traficantes na venda de cocaína, crack e maconha.

Presos na operação

Um dos presos em flagrante foi identificado como Gleison das Chagas Carneiro, o “Gleicinho”, que se intitulava tesoureiro de uma quadrilha batizada de “Associação Para o Tráfico”. Também foi detido  o pai dele, José Messias Carneiro. Os dois acabaram indiciados nos artigos 35 e 36 da Lei dos Entorpecentes, por crimes de associação  e financiamento para o tráfico. Com eles estavam R$ 8.663,64, em espécie.

Também foram presos em flagrante: Mickaell Ashley Ribeiro da Silva, o “Magrão das Armas”; Carlos Antônio Soares de Sousa, o “Cuíca”; e  Antônio Ricardo dos Santos Evangelista. O primeiro (Mickaell) foi detido no bairro Lajes, em Baturité, com dinheiro e 38 pedras de crack. O segundo (Carlos Antônio)no bairro Mangá, na mesma cidade, com crack.  Já o terceiro (Antônio Ricardo) foi localizado pela Polícia no bairro Coió de Baixo, com uma arma de fogo, uma farda da PM, além de munição. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

SÃO JOÃO DO JAGUARIBE/CE: ​ACIDENTE DE TRÂNSITO COM VÍTIMA FATAL​

19/08/2017 (sábado) por volta das 22:00hrs, fomos informados de um acidente na CE 377 São João do Jaguaribe-CE, próximo a comunidade do Lim...