sexta-feira, 5 de maio de 2017

BANCOS E CARRO-FORTE Presa no interior de Pernambuco quadrilha que explodia bancos e carros-fortes no Ceará. Os ataques a carros-fortes nas estradas do Nordeste vinham aumentando nos últimos meses. A explosão dos blindados virou uma rotina nas estradas por conta da ação de quadrilhas

Os ataques a carros-fortes nas estradas do Nordeste vinham aumentando nos últimos meses

A explosão dos blindados virou uma rotina nas estradas por conta da ação de quadrilhas

Uma quadrilha de assaltantes de bancos e carros-fortes, que agia no Ceará e, pelo menos, mais dois estados nordestinos foi capturada na manhã desta sexta-feira (5) durante uma megaoperação da Polícia em três cidades do interior de Pernambuco. Na ação, foi preso um dos principais bandidos da região, o assaltante Osvino Cordeiro Cruz, o “Vinva”, caçado pelos setores de Inteligência cearenses há vários anos. A quadrilha atacava cidades ao estilo do “novo cangaço”.

A operação foi desencadeada sob a coordenação da Polícia da Paraíba e atingiu  as cidades de Cabrobró, Salgueiro e Santa Maria da Boa Vista.  Além de “Vinva”, foram também presos os bandidos identificados como José Ary Dantas da Silva, o “Ari”; Antônio César Lacerda Leite, o “Tony”; Arnaldo Assis da Silva, Pedro de Alcântara de Sá Filho, o “Canto”; e Humberto Lopes Santana Júnior, o “Júnior Cabeção”.  Todos são considerados de altíssima periculosidade.

Explodiam bancos

Conforme a Polícia, os criminosos atacavam carros-fortes no Ceará, Pernambuco e na Paraíba e assaltavam também agências bancárias nos três estados. E foi a partir de um desses assaltos que a Polícia da Paraíba deu início a uma investigação sigilosa, culminando na identificação e localização do grupo. Os criminosos explodiram a agência do Banco do Brasil da cidade de Conceição, na Paraíba,  em agosto do ano passado.

O mesmo bando é suspeito de vários ataques a agências bancárias no Ceará desde o ano passado. “Vinva” era suspeito de chefiar a organização criminosa, mas sempre conseguia escapar dos cercos policiais. Em 2010 ele sofreu um grave acidente na BR-232, altura do quilômetro 448, em São José do Belmonte (PE), ocasião em que uma caminhoneta em que ele estava capotou em alta velocidade. Dois comparsas dele morreram no acidente. “Viva” sofreu fraturas mas se reabilitou, voltando ao crime junto com outros assaltantes. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

VAGAS ​Oportunidade de Emprego​ ​(Aracati, Limoeiro, Morada Nova e Russas)​ 23/10/2017 2ª Feira

VAGAS ​ Oportunidade de Emprego ​ ​ (Aracati, Limoeiro, Morada Nova e Russas) ​ 23/10/2017   2ª Feira   📅