Amigos de Plantão

Onde a notícia chega primeiro!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

quarta-feira, 24 de maio de 2017

BRASIL “Nordestino não sabe fazer política, mas sabe roubar”, diz vereadora. Comentário foi feito durante pronunciamento de Eleonora Broilo (PMDB) na Câmara de Farroupilha.

Divulgação

    

A vereadora Eleonora Broilo (PMDB) afirmou, durante pronunciamento em sessão na Câmara dos Vereadores de Farroupilha (RS), nessa segunda-feira (22), que “nordestino não sabe fazer política, mas sabe roubar”.

“Primeiro, em relação a nordestino fazer política, eu não sei se concordo muito. Eu acho que nordestino sabe sim se unir para roubar”, disse a vereadora. “Sabem se unir pra ganhar propina, sabem se unir para aumentar a corrupção, isso eu acho que eles são donos. Isso eu concordo. Talvez eles não saibam nem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha”, acrescentou.

A fala da vereadora começa no tempo de 1:34:55 do vídeo abaixo. As informações são do site Correio do Povo.

A declaração motivou críticas por parte de colegas da vereadora. “Eu fiquei estarrecido com a declaração. É uma declaração preconceituosa. Nós, no nosso exercício de mandato na região Sul, temos que manter o respeito aos irmãos da Federação”, disse o presidente da Casa, vereador Fabiano Piccoli (PT).

A peemedebista pode ser alvo de investigação no Conselho de Ética. “Precisamos de um terço dos vereadores para comissão ser instaurada, com um vereador de cada partido, e vamos seguir nosso código de ética para analisar a situação e tomar medidas. Pode ser desde uma advertência, uma suspensão ou cassação do mandato da vereadora”, explicou Piccoli.

Eleonora divulgou nota e disse que sua “fala está descontextualizada do que realmente era objeto de discussão no plenário”.

Confira o texto na íntegra:

“Considerando o teor do vídeo divulgado de pequena parte da última sessão legislativa da Câmara de Vereadores de Farroupilha, venho a público fazer esclarecimentos. A minha fala está descontextualizada do que realmente era objeto de discussão pelo Plenário. Na ocasião, em momento anterior à minha manifestação, um colega da bancada da situação teceu críticas aos políticos gaúchos.

Nesse sentido, manifestei-me com referência exclusivamente aos políticos nordestinos – e não ao povo nordestino -, ocasião em que efetivamente fiz considerações desabonatórias ao seu modo – dos políticos nordestinos, reitera-se – de fazer política.

Em nenhum momento minha fala, veiculada num espaço político, se referiu ao povo nordestino, o que é perfeitamente aferível a partir de uma análise global do vídeo da sessão legislativa. A tal sentir, logo após a minha fala, outro Vereador, integrante da bancada da situação, fez comentários tentando distorcer o conteúdo das considerações veiculadas, exatamente no sentido de que se estaria referindo genericamente ao povo nordestino, motivo pelo qual novamente pedi a palavra e esclareci, imediatamente, que em nenhum momento fiz referência ao povo nordestino mas, sim, críticas aos políticos nordestinos.

A tentativa de distorcer a minha fala somente pode ser imputada ao fato da minha forte oposição ao Executivo Municipal. Sempre me pautei pela retidão de caráter no exercício da minha profissão – sou Médica Pediatra –, sem qualquer espécie de preconceito, ingressando na esfera política a fim de garantir um mínimo de representação feminina na Câmara de Vereadores de Farroupilha, o que deve ser buscado em todas as esferas de Poder da República e é incentivado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Informo que eventualmente medidas judiciais serão tomadas em face daqueles que, deliberadamente e de modo vil, tentam impingir-me uma conduta desabonatória, descontextualizando a minha fala, modo a fazer parecer que eu estava me referindo genericamente ao povo nordestino quando, ao fim e ao cabo, o que estava fazendo era defendendo-o.

Por fim, peço desculpas a quem, porventura, ao assistir ao vídeo, de pequena parte da sessão, retirado do seu contexto, tenha se sentido atingido por minhas palavras, esperando que com o presente esclarecimento o real sentido da minha fala seja levado em consideração.”

FONTENotícias ao Minuto

    

2 comentários:

  1. Em primeiro lugar, Eu sou nordestino, eu amo a minha terra que tanto já defendi durante os 20 vinte anos que morei no ES e quando morei em Minas Gerais e Fazia visitas no sul de Minas, São Sebastião do Paraíso e região, Franca São Paulo, São Carlos, Batatais e região,e já enfrentei críticas e discriminação, pois bem, hoje voltei pro meu nordeste sou Produtor Rural, tenho toda a minha família por perto, meus pais e irmão são todos vivos tenho 43 anos, gosto e amo o que faço, não fechei uma porta se quer em todos os locais que andei, pelo contrário!.

    Mas, quando logo cedo ouvi esta noticia, eu não achei que esta pessoa fosse de tão alta fraqueza e leviandade em nos atingir mais em cheio ainda, ela estava fora de si, ela no vídeo não parece bem, algo aconteceu mais que a verdade que deve ter sido dito para ela, e vir pra cima de nós?, para se articular politicamente, para se promover,o que o nordeste fez de mal a esta pessoa? o que pensou um colega ao seu lado, o presidente da seção, e nem percebeu ela que praticava tão pegajosa injúria contra quem ela nem conhece, se quer deve conhecer o nordeste, os nordestinos.
    Com certeza fica ai a minha repudia a esta pessoa que nos deve grandes esclarecimentos, nem deveria estar onde está, palavras tem peso e proferida uma só vez, ecoa pela eternidade, Álvaro Carlos V.R.

    ResponderExcluir
  2. Ela é tão estúpida que não conhece os políticos de seu próprio estado: http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/pf-encontra-lista-da-odebrecht-com-nomes-de-45-politicos-gauchos-162043.html

    ResponderExcluir