quarta-feira, 17 de maio de 2017

EM FORTALEZA Pescador morre atingido por balas perdidas em tiroteio de traficantes no Vicente Pinzón. O intenso tráfico de drogas é o causador dos constantes assassinatos no bairro Vicente Pinzón

O intenso tráfico de drogas é o causador dos constantes assassinatos no bairro Vicente Pinzón

Um pescador foi morto na tarde desta terça-feira (16) no bairro Vicente Pinzón, na zona Leste de Fortaleza, ao ser atingido com, pelo menos, três tiros. Segundo testemunhas os disparos foram feitos por bandidos que perseguiam um homem pelas ruas da comunidade Don Muro Alto. A vítima estava praticamente na porta casa e foi atingida por balas perdidas.

Conforme o relato de testemunhas, o velho pescador, conhecido como “Zé Ribeiro” consertava suas tarrafas quando cerca de 10 homens aramados perseguiam um inimigo e passaram a atirar contra ele. Foram muitos disparos, segundo os moradores. Mesmo baleado, o jovem que estava na mira dos traficantes conseguiu fugir, desaparecendo entre as vielas da favela.  O tiroteio aconteceu por volta do meio-dia no cruzamento das ruas Geraldo Freitas e Visconde de Cairu.

Já o pescador foi levado em estado grave para um hospital público daquela região – Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da Praia do Futuro, mas morreu logo ao dar entrada no setor de emergência.  

Constantes

Conforme o relato de moradores, os tiroteios envolvendo grupos rivais  têm sido constantes e amedrontam os moradores. A disputa territorial pelo domínio na venda de drogas, aliada  à guerra entre membros de facções  do crime organizado, explicam os confrontos armados que se repetem diariamente e, muitas vezes, terminam com inocentes baleados.

Nesta manhã de quarta-feira, o corpo do pescador será liberado na sede da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) para que a família realize o velório e sepultamento.

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

UMA VÍTIMA BALEADA Ex-coordenadora do Sistema Penitenciário do Ceará têm residência metralhada. A quadrilha utilizou armamento de grosso calibre, como fuzil e submetralhadora. Nenhum suspeito foi localizado.

A residência de uma  agente penitenciária , ex-coordenadora do Sistema Penitenciário do Ceará , foi alvo de um ataque criminoso na tarde de...