terça-feira, 2 de maio de 2017

EM GOIÁS Estudante gravemente ferido por PM durante protesto tem melhora. O estudante Mateus Ferreira da Silva, de 33 anos, atingido por um golpe de cassetete deflagrado por um policial militar, na última sexta-feira (28), durante protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista, teve uma melhora no seu quadro de saúde e não corre mais risco de morrer.

O estudante Mateus Ferreira da Silva, de 33 anos, atingido por um golpe de cassetete deflagrado por um policial militar, na última sexta-feira (28), durante protesto contra as reformas da Previdência e trabalhista, teve uma melhora no seu quadro de saúde e não corre mais risco de morrer.

A informação consta em boletim médico divulgado nesta terça-feira (2), pelo Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), em Goânia, onde a vítima esta internada. As informações são do portal G1.

Mateus, que se mudou de São Paulo para a cidade com o objetivo de cursar Ciências Sociais, na Universidade Federal de Goiás (UFG), sofreu traumatismo cranioencefálico e múltiplas fraturas, ao ser atingido por cassetete, quando estava na praça do Bandeirante. Um vídeo amplamente divulgado na internet mostra o momento em que um capitão da PM agride o estudante e, depois, sai correndo.

A vítima desabou e foi socorrida por outros manifestantes. A mãe de Mateus, a cabeleireira Suzethe Alves, de 49 anos, repreendeu a conduta do policial. “Ele [Mateus] não é bandido e, mesmo que fosse, a polícia não tem o direito de bater em ninguém, é um ser humano, gente, é um ser humano”, disse em entrevista à TV Anhanguera.

Noticiasaominuto

HORÓSCOPO DO DIA 24 DE OUTUBRO DE 2017

Áries 21/03 a 20/04 regente: Marte Você busca compreender as demandas em sua vida pessoal, pois o Sol adentra a oitava casa, se associand...