terça-feira, 9 de maio de 2017

EM MARACANAÚ Cerco ao PCC se fecha em Fortaleza e mais três membros da facção são presos com armamento. Os criminosos foram interceptados com as armas da facção pela PRF em Maracanaú. Um fuzil, duas pistolas e dois revólvers, além de muita munição estavam em poder dos bandidos.

Os criminosos foram interceptados com as armas da facção pela PRF em Maracanaú

Um fuzil, duas pistolas e dois revólvers, além de muita munição estavam em poder dos bandidos

Mais três integrantes do PCC, que havia escapado do cerco policial durante a madrugada desta terça-feira, no bairro Quintino Cunha, na zona Oeste da Capital, foram presos agora há pouco por policiais rodoviários federais. Com eles foram apreendidas mais quatro armas de fogo, entre elas, um segundo fuzil e duas pistolas, além de muita munição.  Até agora, já são oito detidos e muitas armas e munição apreendidos.

Os suspeitos fazem parte da facção paulista  PCC e o grupo planejava resgatar da casa de Privação Provisória da Liberdade Professor Jucá Neto, a CPPL 3, os chefes locais  do bando. O resgate iria ocorrer nas próximas horas, por ordem direta do líder da facção, Marcos Herbas Camacho, o “Marcola”. A ação criminosa seria comandada pelo assaltante Antônio Carlos Barbosa, o “Carioca”, que acabou preso com quatro comparsas num cerco do Comando Tático Motorizado (Cotam).

Depois da fuga durante o cerco no bairro Quintino Cunha, o resto da quadrilha tentava sair de Fortaleza, mas foi perseguido por policiais rodoviários federais no Anel Viário e interceptado em um veículo Palio branco, no entroncamento com a CE-060, nas proximidades da Central de Abastecimento do Ceará (Ceasa), no Município de Maracanaú, na RMF.

Ameaça do PCC

A trama para o resgate dos líderes locais do PCC foi arquitetado a partir do momento em que a facção sabia que todos os seus membros estavam todos reunidos em uma só cadeia, a CPPL 3, como foi exigido pelos criminosos e atendido pelo governo do Ceará.

Com os chefões em um lugar só, o plano para o resgate foi facilitado. Os criminosos iriam atacar por diversos flancos do presídio, anulando a capacidade de reação da guarda externa. Ao menos, 20 criminosos estariam prontos, com armas de grosso calibre, para executar a empreitada.

Os três presos pela PRF em Maracanaú foram encaminhados à sede da Polícia Federal. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

LIMOEIRO DO NORTE-CE​: Polícia Civil de LN faz grande apreensão de drogas.​

A Polícia Civil da Delegacia Municipal de Limoeiro do Norte, acaba de fazer uma das maiores apreensões de drogas da história de Limoeiro. I...