quinta-feira, 4 de maio de 2017

EM MARANGUAPE Universitário é assassinado a tiros em ação criminosa que visava outro homem. Um estudante universitário foi executado a tiros, por dois homens que planejavam matar o primo da sua namorada, no bairro Guabiraba, no município de Maranguape, na noite da última quarta-feira (3). Ninguém foi preso até o momento.

Um estudante universitário foi executado a tiros, por dois homens que planejavam matar o primo da sua namorada, no bairro Guabiraba, no município de Maranguape, na noite da última quarta-feira (3). Ninguém foi preso até o momento.

Segundo informações apuradas pela TV Diário no local de crime, João Pontes Oliveira Neto, conhecido como ´Netinho´, de 23 anos de idade, estava na frente da residência da namorada, na Rua Capitão Manoel Bandeira, na companhia do primo dela, identificado como Lucas Nascimento, quando os criminosos se aproximaram a pé.

Lucas correu e se escondeu dentro da residência, mas ´Netinho´ foi alvejado com cerca de 9 tiros de arma de fogo e morreu no local. Em seguida, os suspeitos fugiram e não foram localizados pela Polícia.

O delegado plantonista da Delegacia Metropolitana de Maracanaú, Wagner Jorge, afirma que o alvo da ação criminosa era Lucas, que já tem passagens na Polícia por três homicídios, porte ilegal de arma de fogo, receptação e pela Lei Maria da Penha.

Já ´Netinho´ não tinha antecedentes criminais. O rapaz de 23 anos estudava Administração e trabalhava como técnico de segurança do trabalho, em uma empresa.

DiariodoNordeste

Brasil registra 28 mil homicídios no 1º semestre

Marco Antônio Carvalho No Recife    Leo Martins/Agência O Globo Homem morre após tiroteio no Rio; número de homicídios no país cresce ...