quinta-feira, 11 de maio de 2017

FORTALEZA Empresário que matou segurança de posto em acidente com uma BMW é morto na porta da escola do filho. Empresário foi morto logo que colocou o filho no carro. Pistoleiros dispararam 16 tiros. Laio Maikon, 28 anos, estaria ameaçado de morte pelo dono de um posto de combustível. Em fevereiro, ele atropelou e matou o segurança do posto. Sua BMW arrastou a moto com a vítima.


Empresário foi morto logo que colocou o filho no carro. Pistoleiros dispararam 16 tiros

Laio Maikon, 28 anos, estaria ameaçado de morte pelo dono de um posto de combustível

Em fevereiro, ele atropelou e matou o segurança do posto. Sua BMW arrastou a moto com a vítima

A Polícia Civil investiga o assassinato de um empresário na porta de uma escola infantil particular, na zona Sul de Fortaleza. O crime ocorreu no fim da tarde desta quarta-feira  (10) quando a vítima tinha acabado de ir buscar o filho no colégio e entrava em seu veículo. Em fevereiro passado, o empresário havia se envolvido em um grave acidente de trânsito que deixou um morto, em Caucaia.

Laio Maikon Nascimento da Silva, 28 anos, sócio de empresas de material de construção e supermercados, no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, foi atingido por, ao menos, 16 tiros de pistola no exato momento em que apanhava o filho, de 2 anos de idade, no colégio localizado na Rua 729 da 1ª Etapa do Conjunto Ceará.  O garoto ficou dentro do carro e nada sofreu. O pai foi baleado fora do carro e teve morte imediata.

Acidente

Na noite de 19 de fevereiro último, um domingo, Maikon se envolveu em um grave acidente em Caucaia. Conforme apurou a Polícia, na época, aparentemente sob efeito de bebidas alcoólicas, ele dirigia um veículo importado (BMW) pela BR-020, quando atropelou um motoqueiro e arrastou a vítima por cerca de 60 metros de distância. E só parou quando invadiu o pátio de um posto de combustível e a BMW colidiu com uma caminhonete Hilux.

Ainda de acordo com a Polícia, no momento em que testemunhas tentaram deter o motorista da BMW ele desceu do carro com duas armas (pistolas) nas mãos e começou a atirar. Policiais tentaram prendê-lo, mas foram também recebidos a bala. Em seguida, o empresário se embrenhou num matagal às margens da BR e não foi localizado, apesar de um grande cerco policial com o apoio de um helicóptero da Ciopaer (Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas).

Dias depois, o empresário foi identificado pela Polícia e passou a responder pela morte do motoqueiro, identificado por Raimundo Nonato, que era segurança do posto onde ocorreu o incidente após a colisão com a motocicleta da vítima.

Armado e ameaçado

Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) fizeram os primeiros levantamentos no local do assassinato de Laio Maikon e informaram que dentro do carro dele foi encontrada uma pistola importada. A arma foi encaminhada à Perícia Forense do Ceará.

Informações extra-oficiais dão conta de que o empresário havia confidenciado a amigos que estaria recebendo ameaças de morte de um dono de posto de combustível. Por conta disso, ele andava sempre armado. 

Jornalista Fernando Ribeiro Copyright 2016

HORÓSCOPO DO DIA 24 DE AGOSTO DE 2017

Áries 21/03 a 20/04 regente: Marte Procure fortalecer sua harmonia emocional hoje, pois Lua e Plutão em quadratura lhe trazem o desafio d...