quarta-feira, 24 de maio de 2017

ÍDOLO Morreu o maior zagueiro da história do Ceará: Alexandre Nepomuceno. Um grande ídolo do Ceará das décadas de 50 e 60 morreu na noite desta terça-feira, 24 de maio, em Fortaleza.


Aos 82 anos, Alexandre Nepomuceno (na foto do acervo pessoal, no centro, de bigode) estava em coma desde a Semana Santa deste ano após sofrer uma queda que o fez bater a cabeça. Ele era zagueiro dos bons e brilhou com a camisa do Alvinegro. 

Além das atuações brilhantes, foi capitão da equipe por oito anos, é o terceiro jogador com mais partidas na história do clube (447) e conquistou cinco títulos estaduais e um do Norte-Nordeste. Cobiçado por importantes clubes do Brasil, chegou a recusar o Santos de Pelé.

Ele deixa, além da esposa, Maria Nilce Mendes Nepomuceno, cinco filhos, oito netos, quatro bisnetos e uma história que não pode ser esquecida.

Alexandre Silvério Nepomuceno era Ex Grão Mestre da Grande loja Maçonica do Estado do Ceará, o atual Grão Mestre, Silvio de Paiva Ribeiro, decretou luto oficial e a suspensão de todos os trabalhos por sete dias.

O Povo