terça-feira, 2 de maio de 2017

RECAPTURA 15 dos 44 membros do PCC que fugiram são localizados. Conforme uma fonte da Sejus, os detentos fizeram buracos nos combongós das celas e escaparam. A Polícia Militar ainda está em busca de 29 foragidos


Conforme uma fonte da Sejus, os detentos fizeram buracos nos combongós das celas e escaparam. A Polícia Militar ainda está em busca de 29 foragidos

Mais dois presos que escaparam da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), em Itaitinga, no fim da noite de sábado (29), foram recapturados, ontem. Dos 44 membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) que conseguiram fugir da Rua F da unidade, 13 foram pegos logo após a ação ainda nas proximidades da penitenciária. Com os dois recapturados ontem, chega a 15 o número de fugitivos localizados.

Os nomes das duas pessoas encontradas por último pela Polícia não foram divulgados pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus). A Pasta informou, por meio da assessoria de imprensa, não ter mais detalhes sobre como ou onde aconteceu a captura dos detentos.

Os outros 13 homens localizados, logo após a fuga, foram identificados como Antônio Gonçalves dos Santos Filho, Antônio Lucas Bezerra Marques da Cruz, Carlos André de Moraes Constantino, Edmundo da Silva Sousa, Edson Nunes Cordeiro, Esivan Miranda de Oliveira, Fábio da Silva Leão, Fábio Gonzaga Ferreira, Igor Barros Alexandre, Jerônimo Garcia Silva Santana, João Carlos Bandeira da Silva, Paulo Henrique Alves Freitas e Wesley Ramos Martins. Outros 29 internos permaneciam foragidos até o fechamento desta edição e estavam sendo procurados pela Polícia Militar.

A Sejus informou, também, que as circunstâncias em que se deram a fuga em massa estão sendo investigadas.

Buracos

Uma fonte da Sejus revelou que a fuga ocorreu por buracos abertos, após danos nos combogós das celas. PMs que estavam nas guaritas efetuaram disparos para tentar conter os detentos, quando perceberam a movimentação deles. Equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e agentes do Grupo de Apoio Penitenciário (Gape) foram acionadas, na tentativa de interferir na fuga.

Conforme a fonte da Sejus, que preferiu não se identificar, a Rua F, onde ocorreu a fuga, abrigava cerca de 300 internos. O advogado de um dos presos da CPPL III disse à reportagem que o clima no presídio era de tensão, após a fuga.

Há uma semana havia sido descoberto um túnel na unidade dominada pelos membros do PCC. O achado aconteceu durante ronda noturna de agentes penitenciários. No último dia 13 de março, outros 11 detentos conseguiram fugir da CPPL III, por meio de um túnel.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ataque em Alto Santo: quadrilha invade banco com um caminhão e foge sem levar o dinheiro

O Duster usado na fuga pelos criminosos foi encontrado incendiado na CE-138, zona rural Uma quadrilha fortemente armada atacou, na madr...