quinta-feira, 25 de maio de 2017

TRANSFERÊNCIA Beira-Mar deixa Penitenciária Federal de Rondônia para ser levado a outro estado. O traficante Fernandinho Beira-Mar foi transferido na manhã desta quinta-feira (25) da Penitenciária Federal de Rondônia.


Transferência
Do Miséria

O traficante Fernandinho Beira-Mar foi transferido na manhã desta quinta-feira (25) da Penitenciária Federal de Rondônia. O comboio do Sistema Penitenciário Federal e Polícia Federal chegou por volta das 9h50 no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira em Porto Velho. Beira-Mar foi transferido após a deflagração da Operação Epístolas, que através de investigações mostrou que, mesmo do presídio, o preso ainda comandava negócios que chegaram a movimentar R$ 9 milhões nos últimos anos.

O destino final do preso não foi informado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) por segurança e deve ser divulgado somente após a chegada final do traficante. Ele foi levado por uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) com cerca de 20 agentes federais. O embarque foi por volta das 11h.

Beira-Mar foi ouvido na última quarta-feira (24) pela Polícia Federal dentro do presídio após cumprimento de mandados de busca de apreensão na unidade. Uma câmera de segurança do sistema do presídio flagrou o momento em que Fernandinho e outro comparsa trocavam bilhetes por meio de ´teresas´ entre as celas.

Operação Epístolas

A Operação Epístolas foi uma ação conjunta do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), a Polícia Federal e o Ministério Público Federal de Rondônia. Os mandados de prisão, busca e apreensão, apesar de terem sido cumpridos em sua maioria no Rio de Janeiro, foram emitidos pela Justiça Federal de Rondônia.

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão dentro da penitenciária federal em Porto Velho, onde cinco presos são suspeitos de envolvimento no esquema de Beira-Mar, que por meio de bilhetes, enviava informações de comando para advogados e integrantes de sua família. Dessa forma gerenciou, pelo menos, durante o último ano e meio, a diversificação de seus negócios.

Agentes Federais do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e Policiais Federais fizeram revista em celas em cumprimento aos mandados de busca e apreensão emitidos pela Justiça Federal de Rondônia. A investigação começou há mais de um ano, após os agentes federais encontrarem um bilhete picotado em uma das marmitas do presídio.

Fonte: G1

BOLETIM POLICIAL VALE DO JAGUARIBE - 18/12/2017: Homicídio a bala em Icapuí, prisão por roubo e apreensão por arma de fogo em Aracati.

Neste domingo, dia 17, por volta das 23h, na localidade de Santa Tereza, zona rural, PMs foram informados de que cerca de quatro indivíduos...