domingo, 28 de maio de 2017

VIOLÊNCIA Homem suspeito de matar enteada de 9 meses é transferido por medida de segurança. Suspeito estava detido na Delegacia Regional de Iguatu e foi transferido para a Cadeia Pública de Icó.

Foi transferido da Delegacia Regional de Iguatu para a Cadeia Pública de Icó, no sul do Ceará, o servente de pedreiro suspeito de espancar até a morte a enteada de nove meses, em Lavras da Mangabeira, distante 432 quilômetros de Fortaleza. A transferência se deu para garantir a segurança do suspeito, já que moradores das duas cidades tentaram invadir a delegacia.

O homem, de 32 anos, foi preso nesta sexta-feira (26) suspeito de matar a criança de nove meses no município de Lavras da Mangabeira, após discutir com a mãe do bebê. De acordo com a Polícia Civil de Iguatu, que atendeu a ocorrência, o homem, natural de do município de Cajazeiras, na Paraíba, confessou o crime e disse que matou a criança após discutir com a companheira, mãe do bebê.

A polícia disse que, em depoimento, o padrasto do bebê afirmou que, quando era criança, a sua mãe costumava bater nele. No momento da discussão, ele se lembrou da história familiar e resolveu matar a criança. O homem está está mantido sob escolta policial a fim de garantir a sua segurança.

globo.com

© Copyright 2000-2017 Globo Comunicação e Participações S.A.

BOLETIM POLICIAL VALE DO JAGUARIBE - 18/12/2017: Homicídio a bala em Icapuí, prisão por roubo e apreensão por arma de fogo em Aracati.

Neste domingo, dia 17, por volta das 23h, na localidade de Santa Tereza, zona rural, PMs foram informados de que cerca de quatro indivíduos...