domingo, 28 de maio de 2017

VIOLÊNCIA Homem suspeito de matar enteada de 9 meses é transferido por medida de segurança. Suspeito estava detido na Delegacia Regional de Iguatu e foi transferido para a Cadeia Pública de Icó.

Foi transferido da Delegacia Regional de Iguatu para a Cadeia Pública de Icó, no sul do Ceará, o servente de pedreiro suspeito de espancar até a morte a enteada de nove meses, em Lavras da Mangabeira, distante 432 quilômetros de Fortaleza. A transferência se deu para garantir a segurança do suspeito, já que moradores das duas cidades tentaram invadir a delegacia.

O homem, de 32 anos, foi preso nesta sexta-feira (26) suspeito de matar a criança de nove meses no município de Lavras da Mangabeira, após discutir com a mãe do bebê. De acordo com a Polícia Civil de Iguatu, que atendeu a ocorrência, o homem, natural de do município de Cajazeiras, na Paraíba, confessou o crime e disse que matou a criança após discutir com a companheira, mãe do bebê.

A polícia disse que, em depoimento, o padrasto do bebê afirmou que, quando era criança, a sua mãe costumava bater nele. No momento da discussão, ele se lembrou da história familiar e resolveu matar a criança. O homem está está mantido sob escolta policial a fim de garantir a sua segurança.

globo.com

© Copyright 2000-2017 Globo Comunicação e Participações S.A.

LIMOEIRO DO NORTE-CE​: Polícia Civil de LN faz grande apreensão de drogas.​

A Polícia Civil da Delegacia Municipal de Limoeiro do Norte, acaba de fazer uma das maiores apreensões de drogas da história de Limoeiro. I...