quarta-feira, 14 de junho de 2017

CHEFES DE GANGUE Presos dois suspeitos de matar assessora parlamentar a caminho da academia. A Polícia conta que Sandra Rafaela estaria ameaçando uma das gangues que atua no Vila Velha. Contra os suspeitos já havia mandados em aberto.


Sandra Rafaela foi morta a caminho da academia, na última sexta-feira (9)

Dois suspeitos pela morte da assessora parlamentar Sandra Rafaela Jeferson Bastos foram presos na manhã desta quarta-feira (14). Jonathan Lima da Silva, de 24 anos, e Romário de Sousa Alves, 22, são apontados por investigações da Polícia Civil como os principais autores do crime.

De acordo com policiais do 17º Distrito Policial (DP) do Vila Velha, os suspeitos foram encontrados na Comunidade Labirinto, localizada no entorno da delegacia. Alves portava munições de calibre 12. Já Silva é conhecido na região como chefe da Comunidade Gafanhoto. Contra eles havia mandados da Justiça em aberto por outras mortes.

Sandra Rafaela foi morta a caminho da academia, na última sexta-feira (9). Conforme as investigações, ela teria sido morta porque junto à família vinha ameaçando a gangue da qual participam os dois suspeitos. A Polícia não informou o porquê das ameaças e disse que asinvestigações serão aprofundadas.

As autoridades já sabem queJonathan Lima da Silva mata a mando de um presidiário acusado de liderar o tráfico de drogas no Vila Velha. O assassinato na Avenida Mozart Lucena repercutiu nas redes sociais devido à vítima já trabalhar há oito anos como assessora no gabinete do deputado estadual Roberto Mesquita (PV).

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO: Preso em Fortaleza traficante chefe do Comando Vermelho em Santa Catarina

  Leandro Madalena Schlosser, 27 ano, foi capturado ao chegar em seu apartamento, no Cambeba Uma operação conjunta do Batalhão de Polícia...