sábado, 10 de junho de 2017

CRISE HÍDRICA Cai vazão do Castanhão para atender à RMF. Segundo a SRH, a redução faz parte das medidas estratégicas para evitar o colapso no abastecimento.


Na reunião, foram feitas críticas porque setores produtivos da Região Metropolitana estavam sendo ainda atendidos com a água do Castanhão, em detrimento dos produtores rurais daquela região
( Fotos: Honório Barbosa/Kid Jr. )

 por Marcus Peixoto - Repórter

A vazão do Açude Castanhão para atender à Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) cai de 5 para 4 metros cúbicos por segundo, por meio do Rio Jaguaribe, e fica ainda menor através do Canal do Trabalhador em 3 metros cúbicos por segundo. A decisão foi tomada, ontem, em votação do Conselho Estadual dos Recursos Hídrico (Conerh), em reunião extraordinária ocorrida na sede da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), no Cambeba.

A redução foi explicada pelo titular da SRH, Francisco Teixeira, como parte das medidas estratégicas para evitar o colapso no abastecimento na Região Metropolitana, haja vista que a quadra chuvosa deste ano não representou em recargas significativas para os principais reservatórios do Estado, especialmente o Castanhão.

A votação foi consensual, levando em conta a grave crise hídrica vivida no Ceará, após cinco anos de seca consecutivos e um ano de chuvas que não atenderam às áreas onde estão os maiores açudes.

O Coner volta a se reunir no próximo dia 14, quando serão debatidos as outorgas de concessão de água para pequenos produtores. Já em dezembro, a reunião deverá definir ou renovar os níveis de vazão do Açude do Castanhão. Francisco Teixeira explicou que a medida se soma às demais ações em desenvolvimento voltadas para diminuir a dependência de alguns municípios onde há polos industriais da águas do Castanhão e outros grandes reservatórios.

Com isso, Maracanaú e o Pecém terão ofertas complementares e demandarão menos água, que será destinada prioritariamente para o consumo humano. Em relação ao polo de irrigação de Tabuleiro do Norte e Limoeiro, informou que uma adutora ligando Limoeiro a Jaguaruana atenderá os produtores locais.

A reunião surgiu após o encontro dos Comitês de Bacias Hidrográficas que aconteceu na sede da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) na quinta-feira passada. Na ocasião, os representantes reclamaram da necessidade de se convocar extraordinariamente o Conerh, em vista de restrições previstas no atendimento das demandas hídricas regionais, principalmente no Baixo Jaguaribe.

O representante do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Jaguaribe, Carlos Welby Neri Paiva, disse que era fora de discussão não priorizar a água para o consumo humano. No entanto, criticou que setores produtivos da região metropolitana estivessem sendo ainda atendidos com a água do Castanhão, em detrimento dos produtores rurais daquela região. Ele chegou a sugerir uma revisão nos limites de restrição para não prejudicar ainda mais a agropecuária.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), Flávio Saboya, também fez coro que a água deve ser priorizada para o consumo humano e animal, mas disse que as perdas para o setor agropecuário são as mais graves.

Flávio Saboya lembrou a migração de empresas locais e nacionais que investiram na fruticultura para outros estados, como o Rio Grande do Norte, que também é penalizado pelo ciclo de secas.

Fruticultura

"Não faço críticas ao governo do Estado, porque tudo que o Ceará conquistou na fruticultura foi reflexo de um trabalho planejado de mais de 20 anos. Mas agora é um momento grave, porque há prejuízos na suspensão das atividades, na falta de investimento e na ausência de compensações para os produtores", afirmou Flávio Saboya.

Y© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Justiça nega liberdade para suspeitos de matar policiais militares em Quixadá

Homicidômetro Mortes no Ceará 2017 4.060 Atualizado em 23/10/2017 Policiais foram mortos numa troca de tiros com assaltantes no Distrito...