quinta-feira, 1 de junho de 2017

EM DEFINITIVO Câmara aprova PEC da vaquejada. Brasília. A Câmara dos Deputados aprovou em definitivo na noite de ontem, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a prática da vaquejada. 


Por um placar de 373 votos a 50, a Câmara dos Deputados aprovou, em definitivo, o texto que viabiliza a prática da vaquejada no País
( Foto: Fernanda Siebra )


A matéria foi aprovada por 373 votos a 50. Houve ainda seis abstenções. 

Como já tinha passado pelo Senado, a PEC foi enviada para promulgação pelo Congresso Nacional.

A PEC viabiliza a vaquejada ao incluir na Constituição Federal que "não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais". Em novembro de 2016, Câmara e Senado aprovaram de forma relâmpago projeto que transformou a vaquejada e o rodeio em manifestações culturais e patrimônios imateriais do Brasil. 

A lei já foi sancionada pelo presidente Michel Temer. 

A regulamentação da vaquejada por meio da PEC foi aprovada com o apoio principalmente de parlamentares das bancadas do Nordeste, onde a prática é mais comum. 

A aprovação da matéria foi uma resposta do Legislativo à recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou a prática ilegal em decorrência da crueldade contra os animais.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RIO DE JANEIRO Ator Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia. Artista deve R$ 196 mil de pensão alimentícia a filho, segundo a polícia. Ao G1, Dado disse que valor pedido é de acordo com um contrato trabalho que não existe mais.

Por Patricia Teixeira, G1 Rio Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia O ator Dado Dolabella foi preso no início da tarde...