sexta-feira, 9 de junho de 2017

EM MARACANAÚ Agente penitenciário é preso por vender medicamentos a detentos de Cadeia Pública. Servidor da Sejus detido tem 62 anos de idade. Pasta nega Polícia e afirma que ele trabalhava como auxiliar de serviços gerais.


Polícia apreendeu medicamentos diversos na residência do agente penitenciário. Já celulares, modems Wi-Fi e drogas foram apreendidos na Cadeia Pública
( Foto: Natinho Rodrigues )

Um agente penitenciário lotado naCadeia Pública de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foi preso pela Polícia Civil, na última quinta-feira (8), por armazenar uma grande quantidade de medicamentos em sua residência e vendê-los ilegalmente para detentos da carceragem onde trabalhava. A operação, batizada 'Tarja Preta', foi divulgada em coletiva de imprensa, realizada na manhã desta sexta (9).

Após uma investigação de 2 meses, os policiais civis encontraram centenas de caixas e cartelas de remédios diversos, na residência do agente penitenciário Francisco Eliano Ferreira da Silva, de 62 anos de idade, no Centro de Maracanaú. Ele foi preso em flagrante.

Entre o material apreendido estão remédios de tarja preta e tarja vermelha, que precisam de prescrição médica para serem vendidos, como antidepressivos e antibióticos; antidiabéticos; anti-fúngicos; e preservativos.

Em outro momento da operação, agentes penitenciários realizaram vistoria na Cadeia Pública de Maracanaú e apreenderam 36 celulares, dois modems de Wi-Fi e pequena quantidade de cocaína e maconha.

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) afirmou, ao contrário da Polícia, que o homem é servidor público e trabalha na Cadeia Pública de Maracanaú como auxiliar de serviços gerais.

© Diário do Nordeste

©Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ataque em Alto Santo: quadrilha invade banco com um caminhão e foge sem levar o dinheiro

O Duster usado na fuga pelos criminosos foi encontrado incendiado na CE-138, zona rural Uma quadrilha fortemente armada atacou, na madr...