quinta-feira, 15 de junho de 2017

EM SÃO PAULO Homem que filmou jovem sendo tatuado na testa já foi preso por roubo. O homem suspeito de filmar o tatuador Maycon Reis, marcando a testa do adolescente de 17 anos com os dizeres “eu sou ladrão e vacilão”, já cumpriu pena de 5 anos e 4 meses por roubo.

    


Segundo informações, o pedreiro Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos, teria cometido o crime no Butantã, na Zona Oeste de São Paulo e condenação promulgada em 22 de novembro de 2008. Ele e um comparsa roubaram a bolsa de uma mulher, levando os cartões bancários, o telefone celular e objetos pessoas da vítima.

De acordo com a Polícia Civil, Maycon e Ronildo teriam tatuado a testa do jovem por se indignar com uma suposta tentativa de furto de bicicleta.

“Eu estava bêbado, esbarrei na bicicleta e ela caiu”, afirmou o menor ao negar o furto.

Na tarde de sábado (10), a juíza Inês Del Cid, da Vara Criminal de São Bernardo do Campo, decretou a prisão preventiva dos dois suspeitos, acusados de cometer o crime de tortura.

À polícia, os dois alegaram que queriam dar uma “punição” ao rapaz.

FONTEG1

    

Canal R1