sexta-feira, 9 de junho de 2017

ESTUDO Facebook e Twitter devem colaborar no combate ao terrorismo. Gigantes da tecnologia como o Facebook, o Google, o YouTube e o Twitter devem colaborar uns com os outros e com as entidades governamentais para "pegar hackers e terroristas", concluiu um novo estudo, a que o Independent faz referência.

Estudo
Do Miséria

 


O estudo desafia as empresas a compartilhar informação acerca dos seus usuários no sentido de facilitar o combate não só ao terrorismo como de outro tipo de crimes como a fraude, a pornografia infantil ou até as notícias falsas.

O estudo ´Trouble in Our Digital Midst´ sugere que se aplique um modelo semelhante ao dos casinos, onde há décadas é partilhada informação sobre cartões de créditos dos jogadores, para facilitar a detecção de fraudes a este nível. A ideia sugerida por este estudo, contudo, não é algo bem visto pelas empresas uma vez que tal política irá, naturalmente, afetar a privacidade dos cidadãos em geral. 

Theresa May, primeira-ministra britânica, criticou ferozmente estas empresas tecnológicas, depois do atentado na London Bridge, por disponibilizarem aos terroristas "terrenos seguros" para operar.

 

noticiasaominuto

Pedófilo é preso pela Polícia Civil com 500 imagens ilícitas envolvendo meninas de 11 a 14 anos.

Investigações realizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Icó – Área Integr...